Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adriano de 2009 vale por todos os atacantes do Flamengo no Brasileiro de 2010

Imperador foi artilheiro da competição no ano passado com 19 gols. Ataque atual só alcançou a marca no último jogo com um gol de Diego Maurício

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

O ataque do Flamengo no Campeonato Brasileiro deste ano foi um verdadeiro desastre e os números evidenciam a ineficácia de quem tentou substituir o Imperador Adriano, que deixou o clube no fim de maio para defender a Roma. Na conquista do título em 2009, ele sagrou-se artilheiro da competição com 19 gols. Em 2010, todos os atacantes somados alcançaram essa marca com o gol de Diego Maurício na derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, domingo passado, em Volta Redonda.

Estão incluídos na conta os quatro gols de Vagner Love antes de deixar o clube em julho para voltar ao CSKA Moscou. Vale lembrar que ele atuou em apenas cinco partidas do Brasileiro deste ano. Os outros atacantes do Flamengo na lista são Diego Maurício (5 gols), Deivid (4), Val Baiano (3), Diogo (1), Denis Marques (1) e Paulo Sérgio (1). Os dois últimos não estão mais no clube.

"Não esperava que ainda fosse ser um dos artilheiros do time no fim do ano. Mas as coisas nem sempre saem como a gente quer e espera", afirmou Vagner Love, artilheiro do Flamengo na temporada com 23 gols em 29 jogos, que visitou os ex-companheiros na quarta-feira.

Deivid é o mais experiente entre os atacantes. Aos 31 anos, ele chegou ao clube cercado de expectativa, mas sabe que não correspondeu. Com o tornozelo direito ainda machucado, é dúvida para o jogo contra o Santos, domingo, às 17h, na Vila Belmiro, que encerra a temporada. Agora, promete vida nova em 2011.

"Também esperava um ano bom. Havia muita expectativa pelo fato de ter vencido nos clubes por onde passei, de ter sempre feito gols. Queriam ver o Deivid de 2002, 2003, 2004. Sou consciente. Vou fazer uma reflexão, trabalhar bem na pré-temporada, ficar bem fisicamente. Tenho certeza de que virei com tudo", avisou Deivid.

O técnico Vanderlei Luxemburgo não poderá contar com Diogo, suspenso, e Deivid também deve ficar fora por lesão. Com isso, contra o Santos, deve escalar Diego Maurício, com quem conversou muito na quarta-feira, e Val Baiano. Os dois terão a chance, como ataque, de passar Adriano na última rodada e, quem sabe, classificar o Flamengo para a Copa Sul-Americana do ano que vem.

Leia tudo sobre: campeonato brasileiroflamengofutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG