Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adriano contesta justa causa, promete falar e "tomar providências"

Ex-atacante do Corinthians está próximo de acerto com o Flamengo e começa a treinar nesta segunda

Gazeta |

AE
Adriano contestou a alegação do Corinthians de que foi demitido por justa causa do clube
O atacante Adriano promete se pronunciar em breve sobre o fato de ter sido demitido por justa causa pelo Corinthians, que divulgou a informação nesta sexta-feira. Por meio de sua assessoria de imprensa, o Imperador contestou a decisão da diretoria alvinegra e prometeu "tomar as providências cabíveis" contra o clube.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O contrato do ex-camisa 10 previa que, em caso de rescisão, o Corinthians deveria pagar o valor integral dos salários restantes. Como o vínculo duraria até o dia 30 de junho deste ano, a quantia girava em torno de R$ 1,8 milhão.

Leia mais: Flamengo se anima e Adriano começa a treinar segunda-feira

Com a demissão por justa causa, o Alvinegro não tem mais obrigação de desembolsar nada. Adriano, contudo, tem direito de contestar na Justiça os motivos alegados pelo clube, o que provavelmente vai acontecer.

Confira ainda: Demissão de Adriano foi por justa causa, diz Corinthians

A expectativa é de que o centroavante, que disputou oito jogos e marcou dois gols em quase um ano no Corinthians, conceda uma entrevista coletiva nos próximos dias e revele suas mágoas com o departamento médico do clube.

Veja a nota oficial de Adriano:

Adriano, após duas semanas em silêncio, irá se pronunciar em breve sobre o que realmente aconteceu no Corinthians. Em relação à nota oficial divulgada pelo clube sobre a demissão por justa causa, o jogador nega a afirmação feita pelo time alvinegro e diz que tomará as providências cabíveis.

Leia tudo sobre: adrianocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG