Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adriano brilha, marca quatro e Palmeiras goleia o Comercial-PI

Paulistas desperdiçam chances no 1º tempo, mas aproveitam expulsões de rivais para garantir a goleada

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O Palmeiras sofreu mais do que o esperado, mas bateu o Comercial-PI por 5 a 1 e avançou para a 2ª fase da Copa do Brasil. O torcedor que compareceu ao Pacaembu para assistir seu time dar uma goleada, viu uma equipe desperdiçando 15 chances no 1º tempo e só atingiu seu objetivo no 2º tempo, quando o time conseguiu balançar as redes depois dois jogadores do adversário serem expulsos.

Apesar dos problemas, Adriano Michael Jackson foi o nome do jogo. Aos 17, aos 20, aos 31 e aos 34 minutos do segundo tempo, o atacante fez gols e homenageou o Rei do Pop em duas ocasiões. Binha descontou para o Comercial-PI e Gabriel Silva completou a goleada.

O resultado até os 20 minutos do 2º tempo não deixou todos torcedores satisfeitos. Vários gritos nas cadeiras numeradas foram entoados contra as tentativas que iam em vão do Palmeiras. Alguns torcedores aproveitaram para gritarem durante os 90 minutos que precisavam de um camisa 9, ainda mais depois da lesão de Kleber. O alvo dos protestos era Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol do clube, que estava no estádio acompanhando o time de perto.

Agora, na Copa do Brasil, o Palmeiras enfrenta o Uberaba no dia 16 de março em Minas Gerais. Antes, pelo Paulistão, o adversário de sábado é o Santo André, de novo no Pacaembu. Já o Comercial-PI aguarda o início do Estadual para defender o título.

O jogo

A partida começou absolutamente tranquila para o Palmeiras. Aos sete minutos, o time paulista já tinha batido três escanteios e tido uma boa oportunidade com Valdivia, que saiu na cara do goleiro Neto após belíssimo passe de Tinga na entrada da área, mas errou na hora de finalizar. Adriano ainda pegou o rebote, mas foi travado.

Seis minutos depois, foi a vez de Marcos Assunção bater falta perigosa quase da lateral do campo e ver Neto afastar. Depois, aos 25 minutos, foi a vez de Adriano Michael Jackson errar a conclusão após cruzamento pela direita. No lance seguinte, Kleber sentiu dores na coxa e pediu para ser substituído por Luan.

A 10 minutos do fim do primeiro tempo, Luan cruzou da esquerda e achou Adriano sozinho, cara a cara com as redes, já que o goleiro Neto também já estava vencido no lance. O xará do Rei do Pop, no entanto, errou a finalização. Já aos 42 minutos, Danilo pegou rebote da falta de Assunção de fora da área e acertou o travessão de Neto. Aos 45 minutos, para encerrar a etapa inicial, Luan tentou colocar marcar por cobertura e errou.

No segundo tempo, o time foi o mesmo, apesar das reclamações de Felipão de que o time estava muito afobado. Logo aos 7 minutos, Valdivia deu belo passe para Adriano, que saiu cara a cara com Neto. Sem outro jeito de tirar a bola, Rafael deu carrinho por trás, fez pênalti e foi expulso. Na batida, Valdivia pediu para bater, mas não foi bem e viu Neto fazer defesa. O jogo continuava empatado

No lance seguinte, Evandro fez falta e tomou o seu segundo amarelo. O árbitro Marcelo Bertanha não percebeu que aquela era a segunda advertência ao jogador do Comercial-PI e precisou ser avisado pelo quarto árbitro para expulsar o atleta.

Para pressionar o adversário, Felipão não mostrou muita coragem. Tirou Cicinho e colocou Patrik, quando todos torcedores pediam pela saída de um volante, como Márcio Araújo, por exemplo. Aos 17 minutos, Adriano Michael Jackson ficou de frente com Neto depois de passe de Valdivia fazer ótima jogada e abriu o placar, para aliviar o Pacaembu que já começava a ficar preocupado.

Três minutos depois, foi a vez de Adriano balançar a rede mais uma vez, dessa vez de cabeça. O atacante só concluiu depois de levantamento perfeito de Marcos Assunção e dançou pela segunda vez no jogo. A partir daí, o jogo era um treino de defesa contra ataque.

Valdivia e Patrik perderam gols em menos de um minuto. O time começava a se empolgar e ia com todas as forças para o ataque. Até que o Comercial-PI aproveitou um contra-ataque, mesmo com dois jogadores a menos, e descontou com gol de Binha, depois de falha de Danilo.

Aí o Palmeiras acordou, e Adriano Michael Jackson marcou em duas ocasiões. As duas vezes de cabeça. Gabriel Silva ainda aproveitou rebote de jogada do mesmo Adriano para concretizar a goleada.  

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 5 x 1 COMERCIAL-PI

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 02 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Tatiana Jacques de Freitas (ambos RS).
Público: 3.800 (total)
Renda: R$ 134.461,00
Cartões amarelos: Marcos Assunção, Cicinho e Danilo (PAL); Evandro, Isael e Thiaguinho (COM)
Cartão vermelho: Rafael e Evandro (COM)

GOLS
PALMEIRAS:
Adriano, aos 17, aos 20, aos 31 e 34 minutos do 2º tempo e Gabriel Silva, aos 38 minutos do 2º tempo.

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (Patrik), Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Marcos Assunção (Chico), Márcio Araújo, Tinga e Valdivia; Adriano e Kleber (Luan)
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

COMERCIAL-PI: Neto; Barata, Junior Soares, Rafael e Thiago; Ivan, Evandro, Fred e Isael (Binha); Toni (Castelo) e Zé Rodrigues (Bezerra)
Técnico: Aníbal Lemos

Leia tudo sobre: palmeirascomercial-picopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG