Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adilson veta Neymar e elege Elano como cobrador de pênaltis

Treinador descarta Neymar das cobranças, decisão que provocou a demissão de Dorival Júnior em 2010

Samir Carvalho, iG Santos |

O atacante Neymar não será o cobrador oficial de pênaltis do Santos nesta temporada. O técnico Adilson Batista elegeu o meia Elano para as cobranças e vetou o camisa 11 da função. O treinador aposta na experiência de Elano, e demonstra não temer problemas com o ídolo do time, já que a demissão de Dorival Júnior na temporada passada foi consequência de o treinador ter proibido Neymar de cobrar os pênaltis da equipe.

“O Elano tem experiência, tranquilidade. Ele trabalha, treina. Continuará como batedor”, afirmou Adilson Batista à TV COM, em Santos.

Além de conhecer o retrospecto de Neymar em 2010, que desperdiçou algumas cobranças, Adilson está satisfeito com o desempenho de Elano no papel de cobrador de pênaltis do time. O camisa 8 possui 100% de aproveitamento nesta temporada, marcando dois gols de pênalti no Campeonato Paulista.

Já Neymar, que está sendo o cobrador oficial de pênaltis da seleção brasileira sub 20, que disputa o Sul-Americano da categoria, no Peru, deixará de exercer a função no Santos devido ao seu desempenho em 2010. Em 16 cobranças, Neymar perdeu seis pênaltis, e chegou a ser vaiado pelos torcedores na Vila Belmiro, após perder um pênalti na final da Copa do Brasil contra o Vitória, utilizando a “cavadinha”.

Se não bastasse, a maior polêmica da carreira de Neymar aconteceu após o técnico Dorival Júnior proibi-lo de cobrar um pênalti no jogo contra o Atlético-GO, pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o atacante não gostou da proibição e xingou o treinador.

AE
Dorival e Neymar se desentenderam, na queda de braço o Santos optou pelo atacante e ficou sem o treinador

Leia tudo sobre: santosneymaradilson batistaelanodorival júnior

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG