Tamanho do texto

Apresentado na Vila Belmiro como novo técnico do Santos, Adilson Batista ainda justifica sua saída da equipe paulista

  • Leia as últimas notícias do Santos no iG Esporte
  • iPhone: iG lança aplicativo de futebol em tempo real. Baixe aqui
  • Twitter do iG Esporte: Principais notícias, fatos inusitados, vídeos e opinião
  • Em sua apresentação como novo técnico do Santos, Adilson Batista ainda justificou sua saída do Corinthians, que aconteceu após uma derrota para o Atlético-GO por 4 a 3, no Estádio do Pacaembu, no dia 10 de outubro. Além de voltar a dizer que o excesso de jogadores no departamento médico prejudicou o seu trabalho, Adilson demonstrou pela primeira vez mágoas com o clube e mandou um recado para os corintianos.

    Faz parte do passado, o tempo vai dizer quem estava certo ou errado, Infelizmente tive problemas de lesão e isso fez a diferença, afirmou Adilson Batista.

    O treinador não acredita que sua passagem pelo Corinthians foi uma mancha no seu currículo, devido o baixo aproveitamento obtido no clube. O treinador ficou apenas 17 jogos no comando da equipe, com sete vitórias, quatro empates e seis derrotas, o que resulta em 49% de aproveitamento.

    Não me senti frustrado profissionalmente. Tenho mais 20 anos pelo menos na profissão. Espero contribuir com os times e melhorar. Tive dificuldades em questão de lesões, futebol é coletivo e minha cabeça hoje é no Santos, disse o técnico.

    O treinador teve uma saída tumultuada do clube paulista, e teria enfrentado problemas com os principais jogadores do time, entre eles, Ronaldo e Roberto Carlos. Se não bastasse, Adilson Batista ficou insatisfeito com a visita de torcedores uniformizados durante o treino da equipe, no CT Joaquim Grava, na mesma semana em que deixou o clube.


      Leia tudo sobre: futebol
      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.