Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adilson lamenta expulsão precoce

Técnico do Atlético-PR sofreu com o cartão vermelho aplicado para o zagueiro Manoel no começo do jogo

Gazeta |

Assim como a torcida atleticana que compareceu à Arena da Baixada na tarde deste domingo, o técnico Adilson Batista, do Atlético-PR, se mostrou muito abatido ao final do clássico contra o Coritiba, que culminou com a vitória do rival e, pior, com o título indo para o Couto Pereira. O treinador lamentou ter de dar esse desgosto aos aficionados.

"A gente queria vencer o Coritiba, um grande rival, e dar alegria para a nossa torcida, mas não deu. Isso é o que mais me entristece, ter que ver eles saírem decepcionados daqui", comentou o treinador, que apontou o desgaste físico do time como principal responsável pelo placar dilatado construído pelo Coxa.

"Quando você tem 11 contra 11 já é difícil. Aí você soma ao desgaste que nós tivemos na quarta, enquanto eles ficaram treinando. Então existe uma sobrecarga nos jogadores. A expulsão atrapalha o coletivo", afirmou, sem dar pistas se irá punir Manoel, expulso com oito minutos do primeiro tempo.

"Isso fica internamente, depois a gente conversa e resolve. Vamos nos reunir na terça-feira, falar com o presidente e com o atleta antes de tomar uma decisão. Temos que pensar no Vasco agora", completou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG