Jogador assina pré-contrato com o Palmeiras, mas forma trio de atacantes no primeiro coletivo de Adilson

Maikon Leite treina entre os titulares de Adilson
Futura Press
Maikon Leite treina entre os titulares de Adilson
O técnico Adilson Batista comandou um treino-tático nesta terça-feira, no CT Rei Pelé, e começou a esboçar o time do Santos que estreia no Campeonato Paulista, diante da Linense, no próximo sábado, às 19h30, em Lins. Sem muitas opções para o ataque, o treinador surpreendeu e escalou Maikon Leite ao lado de Keirrison e Zé Eduardo no setor.

Apesar de o atleta ter assinado um pré-contrato com o Palmeiras, Adilson Batista só tirou o atacante da equipe para testar outro esquema tático. Além de Maikon Leite, outra escalação curiosa foi a do meia Elano, que treinou entre os titulares no meio-campo, mas não poderá ser utilizado na estreia do Paulista porque ainda não está com a documentação regularizada.

Elano começou atuando como volante, mas foi substituído para a entrada de Rodrigo Possebon. Depois, a principal contratação do Santos para a disputa desta temporada voltou ao time na vaga de Maikon Leite. Desta forma, a equipe santista deixou o esquema 4-3-3 e passou a atuar no esquema 4-4-2.

Outra novidade no time foi a escalação do meia-atacante Robson, que retornou de empréstimo do Avaí, e teve a incumbência de representar o camisa 10 da equipe. Adilson Batista ainda enfrentou problemas para escalar o time, já que Arouca e Jonathan se recuperam de lesões.

No restante, a equipe foi a mesma que terminou a temporada 2010 sob o comando do técnico interino Marcelo Martelotte. Desta forma, o Santos treinou com seguinte formação: Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval, Léo; Adriano, Elano (Rodrigo Possebon), Robson; Maikon Leite (Elano), Keirrison e Zé Eduardo

Sem opção, Martelotte e Ivair formam ataque reserva
Além da curiosa escalação de Maikon Leite, já que o jogador assinou um pré-contrato com o Palmeiras, e as diretorias negociam a liberação do atleta, o Santos contou com três membros da comissão técnica atuando na equipe reserva. Os auxiliares técnicos Ivair Júnior e Marcelo Martelotte formaram a dupla de ataque. Se não bastasse, o ex-goleiro e filho de Pelé, Edinho, treinou na zaga ao lado de Bruno Aguiar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.