Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adilson deixa em aberto o substituto de Lucas para o clássico

De acordo com o treinador do São Paulo, existem muitas opções para o setor. Jean, Marlos, Fernandinho e até Cañete são candidatos

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

O cartão amarelo que Lucas levou contra o América-MG o tirou do clássico contra o Palmeiras , no próximo domingo. O substituto do meia, porém, só deverá ser revelado até momentos antes da partida. Segundo o treinador Adilson Batista, o elenco do São Paulo tem algumas opções que podem entrar na vaga do jovem, mas, como de costume, deixou em aberto os nomes.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"Tem as opções D e a E", disse o comandante sobre a utilização de Marlos, Fernandinho ou Jean no setor. "Isso a gente cria. E o Rivaldo como centoravante pode ser a opção D. Mas isso para o segundo tempo. Vamos encontrando as possibilidades e tentando resolver internamente", avaliou Adilson.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

O técnico disse ainda que não vê Lucas em má fase, mesmo com as apresentações abaixo do esperado ultimamente. "Não é queda. É viagem, volta, chega em cima, cansaço. Ele é um jogador extraordinário, ele tem dificuldade em alguns jogos, é normal, o adversário pode vir fechado. Mas a gente confia e ele será importante", comentou.

AE
Adilson Batista, treinador do São Paulo
Se não revelou quem entra no lugar de Lucas, Adilson Batista admitiu que o argentino Marcelo Cañete é um dos candidatos. O meia de 23 anos vem sendo relacionado desde a partida da Copa Sul-Americana contra o Ceará, em Fortaleza, mas até agora não fez sua estreia com a camisa tricolor.

"Ele tinha um período para se recuperar, depois teve o processo físico e está em evolução. A intenção era dar alguns minutos contra América-MG, mas com as dificuldades não foi possível. Daqui a pouco ele estreia. Ele precisa estar em condições, que não é a ideal, mas dá para suportar um determinado tempo no jogo. Começar eu acho difícil, mas quem sabe", disse.

Adilson sabe, porém, que sem o meio-campista da seleção brasileira apto, o São Paulo vai atuar de uma maneira diferente contra o Palmeiras. "Muda o jeito de jogar. Parecido com o Lucas no elenco eu não vejo. É um jogador talentoso. A gente pode criar uma alternativa até pelo jeito que o adverário joga", finalizou o treinador.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Adilson Batista

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG