Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adeus, retranca. Dorival Jr. prepara o Internacional para atacar

Treinador confirma preferência por esquema ofensivo e fala em três atacantes. Veja o vídeo do 1º treino

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

O time do Inter vai mudar de cara. Pelo menos essa é a intenção de Dorival Júnior. O novo treinador gosta de times ofensivos, diferente de seus antecessores, que montavam a escalação com formações cautelosas.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Dorival evitou comparações, mas admitiu que gosta de um time jogando para frente. A primeira providência já foi vista: abandonou o uso de três volantes para colocar dois meias e dois volantes.

[]“Eu sempre gostei de implantar um esquema em cima de dois meias e dois atacantes, ou até três atacantes. Mas o principal é analisar o que se tem mãos. É muito cedo, tudo nos leva a crer que precisamos caminhar pra esse lado”, projetou.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Celso Roth é conhecido por começar seus times pela precaução. Era o treinador do Inter no início do ano. Falcão chegou a ensaiar um esquema tático 4-3-3-, que nunca foi colocado em prática. Acabou terminando sua rápida passagem com o mesmo 4-2-3-1. Osmar Loss também repetiu os três volantes e apenas um atacante em diversas vezes, acabou revoltando até Leandro Damião, que após a derrota para o Fluminense reclamou da solidão no ataque.

Um exemplo de time ofensivo de Dorival Jr. é o título do Santos na Copa do Brasil de 2010. Ele chegava a optar pelo 4-3-3. Tendo Robinho, Neymar e André na frente, abastecidos por Paulo Henrique Ganso. No Atlético-MG, ele escalava preferencialmente dois meias e dois atacantes, assim como fará na estreia pelo Inter, nesta quarta-feira, 21h50, contra o Botafogo. Confira a ficha da partida.

null
 

 

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG