Tamanho do texto

Incidente ocorreu no último sábado, no estacionamento da "La Pinetina"”, o centro esportivo da Inter de Milão, na Itália

Maicon, lateral da Inter
Getty Images
Maicon, lateral da Inter
O atropelamento sofrido por Sandro da Silva, cunhado do lateral direito brasileiro Maicon , não teria sido um acidente, mas uma ação voluntária da sua companheira Cristina de Sousa, afirmou a polícia italiana nesta terça-feira.

Leia mais sobre futebol internacional

O incidente ocorreu no último sábado, no estacionamento da "La Pinetina", o centro esportivo da Inter de Milão , na Itália. O atropelamento teria acontecido no final de uma briga de casal, quando a mulher de Sandro engatou a primeira marcha e andou com o carro atingindo o marido na perna, que sofreu uma lesão na tíbia e no perônio.

A polícia denunciou a brasileira, que tem 34 anos de idade, por lesões pessoais voluntárias agravadas.

*Com Ansa