Tamanho do texto

Em busca de um substituto para André Villas-Boas, dono do Chelsea poderá abrir os cofres para ter o treinador do Barcelona

Sem saber se seguirá no Barça, Guardiola pode receber uma 'bolada' para ir ao Chelsea
AP
Sem saber se seguirá no Barça, Guardiola pode receber uma 'bolada' para ir ao Chelsea
O bilionário russo Roman Abramovich, dono do Chelsea , parece não ter limites financeiros quando o assunto é o clube londrino. Segundo a edição desta sexta do jornal britânico The Sun , o magnata estaria disposto a desembolsar 40 milhões de libras (aproximadamente R$ 112 milhões), só em salários, para ver o atual técnico do Barcelona , Pep Gardiola, no comando do time por quatro temporadas.

Leia também: Chelsea demite o treinador André Villas-Boas

De acordo com a publicação, os R$ 28 milhões anuais que Guardiola receberiam já viriam livres de impostos, o que tornaria o espanhol o técnico mais bem pago do mundo . O jornal ainda lembra que o contrato de Guardiola com o Barcelona acaba no final desta temporada .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Desde que Abramovich comprou a equipe londrina, em junho de 2003, o Chelsea já teve oito treinadores diferentes, incluindo o brasileiro Luis Felipe Scolari e o português José Mourinho. De acordo com o The Sun , tais trocas no comando técnico já consumiram aproximadamente 150 milhões de libras (aproximadamente R$ 430 milhões) do bolso do magnata russo.

Confira ainda: Chelsea recebe críticas após demitir Villas-Boas

Segundo a revista Forbes , Abramovich é a 68ª pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna estimada em 12 bilhões de dólares (R$ 21 bilhões). Em 2008, o jornal britânico The Times afirmou que o magnata teria revelado em documento judicial que pagou suborno a funcionários públicos durante o processo de privatização de empresas estatais russas de petróleo e alumínio, das quais ele se tornou sócio.