Treinador ficou triste com boatos e faixas pedindo sua saída, mas lembrou que contrato não tem multa

Nelson Perez/FluminenseF.C.
Abel Braga foi abraçado pelos jogadores após cada gol
Enquanto os jogadores do Fluminense iam abraçar o técnico Abel Braga após cada gol do time carioca na vitória por 3 a 2 sobre o Americano , na última quarta-feira, uma faixa era estendida nas arquibancadas do estádio Godofredo Cruz, em Campos dos Goytacazes, com os seguintes dizeres: "Fora Abel". Tudo por conta do início irregular da equipe na Taça Guanabara , onde agora ocupa a 3ª colocação, com 10 pontos.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Depois da vitória, o treinador fez questão de desabafar. Lembrou o relacionamento especial que tem com o Fluminense , onde começou a carreira como jogador, mas lembrou que seu contrato não tem multa rescisória e que pode deixar o time se a diretoria achar melhor.

Leia mais: Com um a menos, Fluminense vence o Americano e segue com chances

"Vou fazer meu trabalho feliz de voltar amanhã às Laranjeiras. É minha segunda casa. Vai acontecer muita coisa boa, como foi no ano passado. Estar em primeiro na Libertadores é bom? É! Pode não chegar na Taça Guanabara. É ruim? E!. Se não chegarmos é por causa de nós mesmos. Quando eu chego num clube, meu cargo está à disposição no dia seguinte. Se quiser, pode me tira, não tem multa. Se eu não estiver feliz, é do mesmo jeito, eu vou", disse Abel Braga.

Veja mais: Rafael Moura reclama de expulsão: "Mais um exagero contra o Flu"

Na visão do treinador, a principal virtude do Fluminense na partida foi a vontade de vencer. Mesmo com um jogador a menos desde os 30 minutos do primeiro tempo - Rafael Moura foi expulso -, 'Abelão' destacou que o time fui superior durante a segunda etapa.

"O primeiro gol saiu após a expulsão do Rafael Moura, que era o nosso homem no primeiro pau, não sairia o gol se ele estivesse lá. No segundo nossa defesa teve uma falha, mas não posso fazer críticas. Volto a dizer que a dedicação de todos foi acima do normal. Tirando os gols, que foram em lances isolados, qual foi a chance do Americano no jogo? A vontade de vencer foi imensa", declarou Abel Braga, que recebeu abraço dos atletas após cada gol.

Leia também: Quase substituído, Wellington Nem celebra insistência pelo 3º gol

Com dez pontos, na terceira posição do Grupo B, o Fluminense precisa derrotar o Bangu no próximo sábado, às 19h, em São Januário, e torcer por um tropeço do Boavista diante do Vasco, um dia depois, no mesmo horário, no estádio Engenhão.

Ajude o time do Fluminense a subir no ranking da Torcida Virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.