Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Abel nega saída do Flu para o Grêmio: "Meu coração é vermelho"

Técnico destaca ligação com o Inter, critica o Flamengo por demissão de Luxa e diz estar feliz no Flu

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Nelson Perez/FluminenseF.C.
Abel Braga negou que esteja deixando o Fluminense para assumir o Grêmio
O técnico Abel Braga desabafou na coletiva desta terça-feira, após treinamento do Fluminense nas Laranjeiras. Questionado sobre os boatos de que estaria sendo 'fritado' no time carioca, e por essa razão, acertaria sua ida para o Grêmio, o treinador negou as informações e disse que jamais poderia assumir a equipe gaúcha por conta da forte ligação que tem com o Internacional, onde foi campeão da Libertadores e Mundial.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Fui pego de surpresa sobre esse boato de Grêmio. Quem conhece minha carreira como treinador, sabe que só tive um clube na carreira onde deixei o trabalho para assumir outra proposta. Foi quando deixei o Santa Cruz para assumir o Internacional. Nunca rescindi para assumir outro clube, jamais", negou Abel, que completou.

Leia mais: Flu terá tabu triplo para quebrar na semifinal contra o Botafogo

"Além disso, minha afinidade com o Inter não permitiria politicamente eu ser contratado pelo Grêmio. É uma grande instituição, um grande clube, está montando um ótimo time. Mas pelas conquistas que tive, não só esportivas, mas de relação humana, no Inter, seria impossível. Posso ir para o Flamengo, Botafogo. Agora trabalhar no Grêmio é impossível. Meu coração é vermelho", disse o treinador, em referência as cores do Inter.

O treinador negou que esteja sendo 'fritado' no clube, disse que está feliz com o trabalho e ainda criticou a maneira como o técnico Vanderlei Luxemburgo foi demitido do Flamengo.

Veja mais: Em coletivo, Abel confirma voltas de Deco e Leandro Euzébio

"É uma torcida (que quer sua saída), e a faixa é da mesma torcida que pichou o muro aqui no ano passado. Procuro responder ao Fluminense com um sentimento real, dedicação, entrega. Sofro até mais que sofreria em outros clubes quando o resultado não vem. Aqui estou muito bem, não me sinto pressionado em nada. Sempre que vocês escutarem que estou saindo de um clube para ir para o outro, é mentira", declarou.

Veja também: Bola parada para Loco Abreu e meias do Botafogo preocupam Edinho

"Só espero que as coisas, se um dia tiverem que acontecer, sejam bem claras. Não achei legal a maneira como o Luxemburgo foi demitido, com recado antes. Isso não é legal. É um companheiro de profissão e achei lamentável as coisas acontecerem dessa maneira", criticou o treinador do Fluminense.

Ajude o time do Fluminense a subir no ranking da Torcida Virtual

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG