Tamanho do texto

Treinador diz que temporada de 2010 não foi exceção, mas quer argentino jogando mais perto do gol

Conca ainda não foi vaiado como Fred , mas a cada jogo o torcedor do Fluminense parece ter menos paciência com a má fase do argentino. Para a maioria, o péssimo desempenho do campeão brasileiro no primeiro semestre está diretamente relacionado à queda de rendimento do jogador. Os mais exagerados afirmam que a temporada do meia em 2010 foi uma exceção em sua carreira. Tranquilo, o técnico Abel Braga discorda e afirma que em pouco tempo o camisa 11 vai recuperar o futebol que encantou o país no ano passado.

”Eu tenho procurado passar tranquilidade para ele e em pouco tempo ele vai reencontrar aquele futebol de 2010. Não existe isso de exceção. Se ele fez aquilo tudo no ano passado é porque sabe fazer“, afirmou Abel Braga.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O treinador do Fluminense não tem bola de cristal, mas parece já ter achado uma explicação razoável para o pobre futebol que o argentino vem mostrando nesta temporada. E, pelo visto, a desculpa da artroscopia já não cola mais.

“Ele tem que se preocupar menos com o time e desempenhar o seu papel. Eu quero que ele jogue mais perto do gol adversário e se preocupe menos com a marcação. Tenho certeza que quando o time encaixar esse momento vai passar”, explicou o treinador.

Conca treinou com a equipe do Fluminense na sexta-feira
Photocamera
Conca treinou com a equipe do Fluminense na sexta-feira

Mesmo o pouquíssimo tempo à frente da equipe, Abel Braga não se mostrou preocupado com as vaias após a derrota contra o Bahia e tampouco pretende pedir paciência aos torcedores.

“O torcedor tem todo o direito de manifestar sua insatisfação como quiser. Eu já fui torcedor, cansei de ir para o estádio para xingar e sei muito bem como eles se sentem quando o time e joga mal e não ganha. Eu sabia que esse início não seria fácil, só não esperava que fosse ser tão difícil. Eu não sou de pedir paciência porque as vezes até eu também perco a minha (risos)”, disse Abel.

“Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos”

O treinador agradece aos mais supersticiosos por lembrarem que o começo de seu trabalho em 2005, na sua primeira passagem como treinador pelas Laranjeiras, também não foi dos melhores, mas prefere não fazer comparações.

“E bem diferente. Em 2005 eu fiz toda a pré-temporada, montei o time como eu quis e depois vi que estava completamente equivocado. Coloquei o Marcão para jogar como terceiro zagueiro e o time deslanchou. Agora é bem mais difícil. Peguei o time no meio da temporada e para implantar meu sistema eu terei que correr riscos dentro dos jogos”, explicou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.