Torcedores do clube teriam cuspido no árbitro antes do começo do segundo tempo de partida

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu na última terça-feira o ABC com a perda de um mando de campo devido a uma cusparada que atingiu o árbitro Alício Pena Júnior no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta , no último dia 19 de agosto, no Estádio Frasqueirão. Além da punição, o clube potiguar terá que pagar uma multa no valor de seis mil reais.

Caso a punição seja mantida, o ABC não poderá jogar no Estádio Frasqueirão na partida do próximo dia 17, contra o Vitória, e terá de mandar a partida em um local a 100 quilômetros de distância da cidade de Natal.

De acordo com a súmula da partida, a cusparada teria ocorrido quando Alício e o assistente Erich Bandeira saíam pelo túnel que dá acesso ao vestiário, no intervalo do jogo. De acordo com o árbitro, o ato teria partido de torcedores do ABC.

Em decisão unânime, os membros do STJD enquadraram o ABC no artigo 213, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.