Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

ABC e Vitória fazem jogo fraco tecnicamente e não saem do zero

Apesar de dominar a partida, ABC não conseguiu fazer valer sua superioridade no Frasqueirão

Gazeta |

Futura Press
Com muitos erros de passe e faltas, partida não saiu do 0 a 0 no Frasqueirão
Mais uma vez os torcedores do ABC compareceram ao Frasqueirão e saíram decepcionados com o desempenho de sua equipe. Diante do Vitória , a equipe dominou a partida, mas pecou muito nos passes e nas finalizações, ficando apenas no 0 a 0 com os baianos.

Depois de um primeiro tempo desanimador, o jogo melhorou depois do intervalo, quando ambos os times tiveram chance de abrir o placar. Apesar do ABC ter conseguido acertar uma bola na trave e ficar com um jogador a mais durante grande parte da segunda etapa, o técnico Leando Campos não conseguiu acertar sua equipe e novamente ficou no empate.

Com o ponto conquistado, o time de Natal conseguiu se afastar mais ainda da parte inferior da tabela, ao mesmo tempo em que os baianos se distanciaram consideravelmente do G-4. Na próxima rodada, o ABC novamente jogará no Frasqueirão, dessa vez contra o Vila Nova, enquanto o Vitória viaja até a Ilha do Retiro, para enfrentar o Sport.

O jogo

As duas equipes apresentaram um futebol muito fraco tecnicamente no primeiro tempo. Sem poder de criação no meio-campo, os times tentavam jogar no erro do advesário, enquanto chances esporádicas de gol do ABC impediam que o torcedor caisse no sono.

A primeira chance de gol da partida surgiu apenas aos 22 minutos, quando Pio arriscou de fora da área e viu a bola passar perto do gol defendido por Fernando Leal. A resposta do Vitória só veio aos 38 minutos, quando Fernandinho aproveitou a falta de atenção da zaga do ABC e quase marcou para os visitantes.

Se as chances de abrir o placar foram escassas, os torcedores das duas equipes conseguiram contar inúmeros passes errados e faltas para coibir o avanço ao ataque durante a primeira etapa. A falta de qualidade na armação das jogadas chegou a irritar os atacantes de ambos os times, que começaram a sair muito da área e buscar a bola no campo defensivo, o que comprometeu o esquema tático armado pelos treinadores Leandro Campos e Vagner Benazzi.

O segundo tempo começou ligeiramente melhor, mas as finalizações continuavam sendo um problema para o ABC. Logo aos 5 minutos, Lins avançou bem pela direita, mas não conseguiu concluir com êxito. Dois minutos depois, o time abecedista conseguiu chegar novamente à área do Vitória, mas o zagueiro Alison agiu bem e impediu o gol.

Mesmo com a dificuldade técnica, os times conseguiram duas boas oportunidade para abrir o placar. Aos 19 minutos, o meia Geovanni se livrou da marcação e chutou para uma grande defesa do goleiro Camilo. Em seguida, o lateral Nino tentou afastar um cruzamento na área do Vitória e deu a bola de graça para Pio, que mandou na trave.

A oportunidade que o ABC esperava para vencer o jogo surgiu aos 25 minutos, quando Zé Luís cometeu falta dura em Cascata e acabou recebendo o cartão amarelo. Como já tinha recebido uma advertência no primeiro tempo, o volante foi expulso de campo e comprometeu qualquer reação do Vitória na partida.

A vantagem numérica no campo não conseguiu ser aproveitada pelos jogadores do ABC, que continuavam perdidos dentro de campo. Apesar da superioridade e das mudanças do técnico Leandro Campos, o time permaneceu apático dentro de campo e desperdiçou a chance de somar mais três pontos na Série B.

FICHA TÉCNICA
ABC-RN 0 X 0 VITÓRIA

Local: Estádio Frasqueirão, em Natal (RN)
Data: Sábado, 16 de Setembro
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF/Asp. Fifa)
Assistentes: Wilton José Lins da Silva (PE) e Ubirajara Ferraz Jota (PE)
Cartões Amarelos: Makelelê, Pio, Irineu, Marcus Vinicius (ABC); Zé Luís, Fernando Leal, Geovanni, Alison (Vitória)
Cartão Vermelho: Zé Luís (Vitória)

ABC-RN: Camilo; Pio (Nego), Rafael Caldeira (Chimba), Irineu e Renatinho Potiguar; Bileu, Marcus Vinicius, Makelelê e Cascata; Éderson (Geílson) e Lins
Técnico: Leandro Campos

VITÓRIA: Fernando Leal; Nino, Alison, Maurício e Fernandinho; Uelliton, Zé Luís, Preto (Geraldo) e Geovanni; Neto Baiano (Marcelo) e Marquinhos (Richelli)
Técnico: Vagner Benazzi

Leia tudo sobre: série b 2011abc-rnvitória

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG