Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"A Espanha tinha que ser campeã do mundo", diz o capitão Casillas

"Foi um prêmio merecido para um time competitivo e brilhante, tanto dentro quanto fora de campo", afirma ele

AE |

Cinco meses depois de conquistar a Copa do Mundo da África do Sul, o goleiro Iker Casillas voltou a exaltar o brilhantismo da seleção espanhola. O jogador do Real Madrid ainda sentenciou: o título mundial ficou em mãos merecidas.

"Foi um privilégio enorme ser o primeiro a poder levantar a tão ansiada taça", afirmou o capitão da seleção ao jornal espanhol Marca. "Foi um prêmio merecido para um time competitivo e brilhante, tanto dentro quanto fora de campo, e que sempre confiou em suas possibilidades. A Espanha tinha que ser campeã do mundo".

Apesar de exaltar a seleção espanhola, Casillas contou que viveu dias de pavor na Copa, especialmente após a derrota na estreia para a Suíça. "Foram semanas difíceis para todos. Nunca passei tanto nervoso como no dia de enfrentar Honduras", lembrou o goleiro, referindo-se ao jogo da segunda rodada, vencido pelos espanhóis por 2 a 0.

Reveja abaixo as melhores imagens da Copa do Mundo de 2010:

Leia tudo sobre: casillasespanhacopa 2010futebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG