Próximo de cumprir a pena imposta pelo não pagamento de pensão, ex-jogador já pensa nos planos para retomar a vida

Zé Elias em imagem da época de sua passagem pelo Santos, antes da aposentadoria
Gazeta Press
Zé Elias em imagem da época de sua passagem pelo Santos, antes da aposentadoria
Trinta dias depois de ser preso no 33º Distrito Policial no bairro de Pirituba , em São Paulo, o ex-volante Zé Elias deixará o local na manhã da próxima sexta-feira. Pouco depois, por volta de meio-dia, deve conceder uma entrevista coletiva na qual falará sobre a experiência na prisão e, principalmente, os planos para o futuro após o período encarcerado. O iG falou com a atual esposa do ex-jogador, Renata de Loreto Moedim, e adianta alguns dos temas que devem ser abordados na entrevista.

Por conta de seu trabalho de médica e dos cuidados com os filhos do casal - um menino de 3 anos e 10 meses e uma menina de 1 ano e 10 meses -, Renata não conseguiu visitar Zé Elias nas duas últimas quartas-feiras, dia da semana pré-agendado para as visitas aos presos. Por isso, ela só se comunicou com o marido por meio de cartas. E revelou emoção com alguns trechos e “recados”.

“Daqui de dentro eu posso imaginar o que você está passando, cuidando das crianças, cuidando da casa, trabalhando e ainda vindo aqui todo dia. Estou com saudades de você, das crianças. Não vejo a hora de poder voltar para continuarmos a nossa vida, continuarmos os nossos planos”, diz Zé Elias no trecho que Renata diz ter sido o mais emocionante para ela.

Renata explica que esses planos se referem à intenção de Zé Elias de retomar o trabalho como comentarista – antes de receber o mandado de prisão, ele estava trabalhando na rádio Globo de São Paulo. “Antes [da prisão] conversávamos bastante, tínhamos planos até de mudar, mas decidimos que o melhor era isso, aguentar esses 30 dias. Agora esses planos são referência a isso. A Globo falou ‘vai resolver os seus problemas e quando resolver você volta’”, diz.

Outro plano de Zé Elias que Renata confirma é o de escrever um livro. E pela troca de cartas, ela começa a confiar no talento do marido para essa empreitada, apesar de já ter se cansado dessa comunicação escrita. “Eu gostava tanto de ler e agora já não aguento mais, quero poder conversar pessoalmente com ele. Mas é capaz que dê certo a idéia do livro que ele quer escrever, porque ele está escrevendo bem pra caramba”.

Mais uma mudança que a esposa prevê para a vida do ex-jogador é a retomada do contato com seus familiares mais próximos . “Os problemas com a mãe dele eu relevo. Com o pai ele está bem amigo. E com o Rubinho [irmão e goleiro] ele ficou magoado porque ele visitou a ex dele numa das vezes que veio ao Brasil. Mas o Rubinho já se desculpou, disse que não sabia de algumas coisas e até que se arrepende de ter ido lá”, conta.

“Acredito que o Elias não estava de todo errado [por ter ficado magoado com Rubinho], mas o irmão já falou que quer vê-lo. É fácil falar que ele abandonou o filho, mas na verdade ele tentava visitar e não conseguia. As pessoas falam muito, mas só eu e ele sabíamos mesmo o que estava acontecendo”, completa.

A evolução do caso

Zé Elias foi preso no dia 20 de julho por conta de uma dívida de R$ 932.577,73 com a ex-esposa, Silvia Regina Corrêa de Castro, referente ao valor corrigido da pensão alimentícia não paga no período entre maio de 2008 e maio de 2010. No dia 2 de agosto, sua defesa conseguiu a redução do valor mensal da pensão de R$ 25 mil para um salário mínimo para cada um dos filhos.

No entanto, por conta da dívida anterior à redução, o ex-jogador não pôde ser libertado. Há pouco mais de uma semana, teve o último pedido de habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo . Por isso, deixará a prisão somente ao término dos 30 dias determinados no mandado de prisão.

Além disso, a expectativa é de que a batalha judicial por conta da pensão do primeiro casamento tenha novos capítulos nas próximas semanas, com sua ex-esposa questionando a redução do valor e a dívida referente ao período anterior à decisão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.