Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

A caminho da reapresentação, Somália sofre sequestro relâmpago

Volante do Botafogo foi rendido por um bandido quando se dirigia para o primeiro treinamento da equipe

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

O Botafogo se reapresentou na manhã desta quarta-feira, no estádio Engenhão, com uma única ausência que preocupou o técnico Joel Santana e os demais jogadores. O volante Somália sofreu um sequestro relâmpago quando deixava sua residência, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, e se dirigia para a primeira atividade da equipe no ano.

O jogador conversava pelo celular com o zagueiro Antônio Carlos, que estranhou o barulho no veículo, mas achou se tratar de uma brincadeira do jogador, que rodou com o criminoso por cerca de duas horas, sempre ameaçado por uma arma. Foram levados cerca de R$ 1000, um relógio e um cordão pelo bandido, que fugiu em uma moto parada atrás do veículo de Somália. O criminoso não reconheceu o jogador do Botafogo.

Libertado, Somália foi direto para a 16ª DP, também na Barra da Tijuca, e comunicou a comissão técnica do clube sobre o ocorrido. O jogador não sofreu nenhum tipo de agressão, mas estava bastante abalado. O advogado do Botafogo, Aníbal Rouxinol, foi até a delegacia de polícia para auxiliar o jogador na realização do boletim de ocorrência. O carro de Somália foi periciado e a polícia também tentará usar imagens de câmeras da CET-Rio para auxiliar nas investigações. Os resultados devem sair em dez dias.

As novidades na reapresentação da equipe ficaram por conta do zagueiro João Filipe e dos laterais Lucas e Márcio Azevedo, três primeiros reforços da equipe para 2011. O atacante William e o lateral-esquerdo Guilherme, promovidos das categorias de base, também participaram da atividade de avaliação física. Ao todo, 24 jogadores se reapresentaram para o primeiro dia de atividade.

Leia tudo sobre: SomáliaBotafogoFutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG