Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

À beira da crise, Vasco recebe o embalado Internacional

Juninho Pernambucano fará sua estreia em casa contra um time com sérios desfalques

Hilton Mattos, Gabriel Cardoso, iG Esportes |

Nos anos 80, Ricardo Gomes e Paulo Roberto Falcão personificavam a elegância no futebol. Em 2011, na pele de treinadores, fizeram Vasco e Internacional jogarem o fino. O primeiro, sob o comando do ex-zagueiro, venceu a Copa do Brasil. Já o time gaúcho, regido pelo ídolo maior, conquistou o estadual e hoje ocupa a quarta posição no Campeonato Brasileiro. As duas equipes se enfrentam neste sábado, às 18h30, em São Januário, mas apenas o ex-volante tem motivos para sorrir, já que o adversário, vindo de duas derrotas seguidas, não é mais sombra do que foi um mês atrás.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

AE
Ricardo Gomes está preocupado com seguidas derrotas do Vasco
A bola rola para a nona rodada do Brasileiro. O Vasco precisa vencer para afastar de vez a crise que começa a bater a sua porta. Após a conquista inédita do torneio nacional, a equipe somou apenas cinco pontos dos 15 disputados. Para isso, terá Juninho Pernambucano estreando em casa. Na quarta-feira, na derrota para o Corinthians, no Pacaembu, o meia deixou sua marca, de falta, e suportou 74 minutos. Ricardo Gomes acredita que o craque esteja mais entrosado para este compromisso, mas alerta para os perigos do Internacional.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

“Talvez seja o adversário mais difícil, pois é um dos melhores do campeonato. Vai ser duríssimo, pois trata-se de um dos times com a maior força ofensiva do competição. Dificilmente vamos receber um adversário tão difícil quanto o Internacional”, avaliou Ricardo Gomes. Com 11 pontos, o Vasco ocupa a 10ª posição na tabela.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Juninho e Eder Luis foram poupados do último treino. Alegando cansaço muscular, os dois foram poupados. Gomes não teme que ambos sejam dor de cabeça e está confiante que poderá escalar a dupla. Mas, assim mesmo, avisa que pretende utilizar o meia Bernardo. Segundo o treinador, o Bernardo teve uma bela apresentação na quarta-feira e, mesmo que entre apenas no segundo tempo, será uma das armas do treinador.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Caso um dos dois seja poupado nos primeiros 45 minutos, Bernardo será titular. Ou entra no meio de campo ao lado de Rômulo, Felipe e Diego Souza, ou obrigará Diego e atuar novamente como atacante com Alecsandro, mantendo-se na sua posição juntamente com Rômulo, Juninho e Felipe.

“Estou confiante que o Juninho vai jogar, ele é um fominha danado. Mas o Bernardo terá o seu espaço, foi muito contra o Corinthians”, comentou Ricardo Gomes.

Gabriel Cardoso
Falcão lamenta os desfalques e pede atenção com o Vasco dentro de casa
Já o Inter vive o melhor momento no campeonato. Venceu nas últimas três rodadas, se aproximou dos líderes, e quer manter a boa fase. Falcão segue tendo problemas com desfalques. O meia Oscar, que decidiu a vitória sobre o Atlético-PR, teve que voltar pra seleção sub 20. O volante Bolatti recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalca a equipe.

Os reforços são D´Alessandro, que cumpriu suspensão, e o zagueiro Juan, que foi cedido pela seleção sub 20. Estas mexidas fazem o treinador pedir um pouco mais de atenção com o time carioca.


“Teremos muitas ausências. Temos que fazer o que for possível. É um jogo extremamente difícil, até porque o Vasco perdeu o último jogo. Tem qualidade com Felipe, zaga boa, ataque com Diego Souza, Éder Luis, Alecsandro. Tentaremos ganhar o jogo, mas não podemos deixar de falar da boa condição do adversário”, comentou o treinador.

FICHA TÉCNICA – VASCO x INTERNACIONAL
Local
: Estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 9 de junho de 2011, sábado
Horário: 18h30
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Adaílton José Silva e José Oliveira dos Santos (ambos da BA)
VASCO: Fernando Prass; Fágner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Rômulo, Juninho Pernambucano, Felipe e Diego Souza; Alecsandro e Eder Luis
Técnico: Ricardo Gomes
INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Juan e Kléber; Glaydson, Guiñazu, Fabrício (Ricardo Goulart) e D´Alessandro; Zé Roberto e Leandro Damião
Técnico: Paulo Roberto Falcão
 

Leia tudo sobre: vascointernacionalbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG