Presidente do clube disse ao ministro das Relações Exteriores da Austrália que arena em Itaquera receberá primeiro jogo do Mundial

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882730983&_c_=MiGComponente_C

Em conversa com o ministro das Relações Exteriores da Austrália, Kevin Rudd, nesta quarta-feira, o presidente do Corinthians afirmou que o estádio que será construído para o clube em Itaquera receberá o primeiro jogo da Copa de 2014. O Corinthians vai fazer a abertura, disse Andrés Sanchez durante a conversa, que foi possível com a ajuda de uma tradutora.

Ruud e o ex-capitão da seleção australiana de futebol, Carig Foster, estiveram em São Paulo nesta quarta-feira. A pedido dos dois, eles fizeram uma visita ao Museu do Futebol. O presidente corintiano foi chamado para recepcioná-los.

AFP
Corintiano recebeu ministro da Austrália e falou sobre a Copa de 2014


O ministro australiano anunciou que assinará nesta quarta-feira um memorando de cooperação no esporte com o governo do Brasil. Temos muito a aprender aqui e espero que os brasileiros tenham algo para aprender conosco da Austrália, afirmou Kevin Rudd.

Após a conversa com o australiano, Andrés Sanchez concedeu uma entrevista coletiva aos jornalistas presentes e desconversou sobre a confirmação do estádio corintiano como sede de abertura do Mundial.
Ainda não sei. Deixa isso mais para frente, afirmou.

Segundo o dirigente, as obras na arena que será construída em Itaquera começarão em fevereiro de 2011. Sanchez disse que o problema do oleoduto que existe embaixo do terreno foi resolvido. Está tudo resolvido com a Petrobras e com a Odebrecht. Não sei se eles vão afundar ou se vão mudar o lado, como vão posicionar. Mas podem ficar tranquilos, que o estádio começa a ser construído em fevereiro ou até março, afirmou.

Representante da Copa

Sem nenhum cargo no Comitê Organizador Local da Copa do Mundo, Sanchez foi perguntado pelos australianos sobre a organização do torneio. Chamamos ele porque o estádio do Corinthians vai ser usado no Mundial, disse ao iG um funcionário do Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, onde aconteceu o evento.

O presidente do Corinthians é um dos dirigentes de clubes mais ligados a Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e do Comitê Organizador Local da Copa de 2014. Durante o Mundial na África do Sul, Andrés Sanchez chefiou a delegação da seleção brasileira na África do Sul.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.