Maioria foi detida após uma briga entre chilenos e uruguaios e o uso indevido de álcool

O consumo indevido de álcool e um conflito entre torcedores causaram a prisão de 39 pessoas em San Juan, na Argentina, após as partidas de estreia dos times da chave C na Copa América. A maior parte das detenções se deu por conta de uma briga entre torcedores do Chile e do Uruguai. Após provocações dos chilenos, os dois grupos entraram em choque, chegando a trocar tiros.

Um garoto argentino de 12 anos ficou ferido durante o conflito e teve que ser levado para um hospital por conta de um corte na cabeça. Os envolvidos no tumulto já foram liberados.

O delegado Carlos Castillo disse à agência argentina 'Telam' que vinte pessoas estão detidas sob o seu comando, e que,"ainda que a grande maioria seja por contravenções, todos foram presos previamente por motivos relacionados ao álcool". Eles devem ser soltos nas próximas horas.

A operação de segurança em San Juan contou com o auxílio de 700 oficiais, que além de vigiar os jogos, também devem proteger as delegações e autoridades de outros países. O primeiro dia de jogos entre os times da chave C teve o empate entre Uruguai e Peru por 1 a 1 e  também a vitória do Chile sobre o México por 2 a 1 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.