Inglês ex-meia do Sunderland foi condenado a seis anos de prisão após ter se relacionado com garota de 15 anos de idade

Adam Johnson é ex-jogador do Sunderland FC
Reprodução
Adam Johnson é ex-jogador do Sunderland FC

Aos 29 anos de idade, o ex-jogador Adam Johnson alegou que uma gangue da prisão de Moorland teria ameaçado cortar sua garganta. De acordo com o ex-meia do Sunderland, um dos presos teria dito que o plano seria executado com uma faca improvisada. Depois da ameaça, o homem encaminhou um pedido formal para que que fosse transferido do presídio da cidade de Doncaster, localizada a 270 km de distância da capital do Reino Unido, Londres.

LEIA TAMBÉM: Conheça advogada "Barbie" que pode ser presidente de tradicional clube argentino

Segundo informações do jornal inglês "Mirror", uma fonte teria dito que o ex-jogador  "está em pedaços". "Adam chegou a contar para os familiares e amigos que está preocupado com sua própria segurança e quer se mudar para outro lugar", disse. "Ele também não sabe como nem quando o ataque irá acontecer, apenas lhe disseram sobre o corte na garganta. Ele está desesperado para ser transferido de Moorland".

LEIA TAMBÉM: Jogador do Ajax que sofreu parada cardíaca fica com dano cerebral irreversível

Crime

O presídio de Moorland conta com cerca de mil prisioneiros e 340 deles estão confinados por crimes sexuais. Adam Johnson foi preso em março do ano passado após ter se relacionado com uma garota de 15 anos de idade. Recentemente, um vídeo ainda foi divulgado no qual o ex-atleta aparece fazendo comentários sobre a vítima, que era torcedora do Sunderland . Nas imagens, ele conta a outro prisioneiro como conheceu a menor.

"Todas as vezes que eu jogava em casa, eu deixava meu carro no estacionamento e após as partidas, ela estava lá me esperando... E pedia sempre por fotos. Isso aconteceu por cerca de seis meses", contou Johnson. "Então depois eu falei com ela por algumas semanas, nos encontramos e nos beijamos". No tribunal, ele negou qualquer relação sexual com a garota.

LEIA TAMBÉM: Sempre irreverente, Evra faz sarrada no ar ao som de MC Kevinho; assista

Questionado se voltará ao futebol , o ex-jogador afirma que "terei mais chances no exterior. Na Inglaterra você não tem uma segunda chance". Além disso, Johnson ainda alegou que se fosse um cidadão comum e não conhecido pela mídia, não teria sido acusado nem penalizado desta forma. Condenado a seis anos de prisão, o homem possui ainda uma filha de dois anos de idade com sua ex-companheira Staceu Flounders.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.