Internautas e jornal espanhol sugerem uso de 'bolas quentes' em suposta conspiração da Uefa para garantir confronto entre Real e Atlético de Madrid

Sorteio das semifinais da Liga dos Campeões da Uefa garantiu clássico de Madrid; internautas apontam 'conspiração'
REPRODUÇÃO/UEFA
Sorteio das semifinais da Liga dos Campeões da Uefa garantiu clássico de Madrid; internautas apontam 'conspiração'

O sorteio realizado pela Uefa nesta sexta-feira (21), que reservou para as semifinais da Liga dos Campeões os confrontos Real Madrid x Atlético de Madrid e Juventus x Mônaco , rendeu novas teorias da conspiração na internet.

O jornal espanhol AS , simpático ao time comandado por Zinedine Zidane, foi o primeiro a levantar suspeitas quanto à credibilidade do sorteio da Uefa . O periódico reclamou que o embaixador da final da Liga dos Campeões e ex-jogador do Liverpool, o galês Ian Rush, foi diretamente à bolinha que guardava o nome do Atlético de Madrid logo após sortear o Real [ assista no vídeo abaixo ].

Nas outras ocasiões, o galês remexeu bem as bolinhas dentro do pote antes de escolher qual seria a retirada. Os jornalistas do AS questionaram a possibilidade de a entidade máxima do futebol europeu ter utilizado 'bolas quentes' para garantir que as semifinais da Liga tivessem um novo clássico entre os rivais de Madrid.

Vários internautas ao redor do mundo abraçaram a teoria conspiracionista do jornal espanhol e passaram a opinar sobre a possibilidade de o sorteio ter sido armado. No Twitter, o usuário Kravenhart, torcedor do Real Madrid, sugeriu que a Uefa tratasse de mudar seus métodos para assegurar um sorteio justo. "Por que vocês não usam uma roleta de bingo nos sorteios em vez de uma 'mão inocente'? Todo ano temos a mesma história sobre bolas quentes", escreveu.

Já o jornalista Paul Hirst, do britânico Times Sport , evitou a polêmica da armação e preferiu reclamar da demora no sorteio. "Só a Uefa conseguiria demorar 15 minutos para conduzir um sorteio que consiste apenas em retirar quatro bolas de um pote."

Leia também: Polícia alemã prende suspeito de ataque a ônibus do Borussia Dortmund

Histórico de polêmicas

Esta não foi a primeira vez que Ian Rush é o pivô de suspeitas acerca dos sorteios da Liga dos Campeões. Em agosto do ano passado, na ocasião do sorteio de cada grupo do torneio, o ex-jogador galês chegou a reconhecer que "teve alguns problemas com as bolinhas".

Curiosamente, a nova polêmica acerca do sorteio envolve justamente o Real Madrid, maior vencedor da Liga dos Campeões (11 títulos) e acusado de ser favorecido pela Uefa. Essa suspeita foi fortalecida principalmente na última edição do torneio, quando o time de Cristiano Ronaldo chegou à final enfrentando Roma, Wolfsburg e Manchester City, enquanto o outro finalista, justamente o Atlético de Madrid, enfrentou um caminho considerado bem mais difícil: PSV, Barcelona e Bayern de Munique.

Os jogos que vão definir os finalistas da Liga dos Campeões da Uefa serão realizados já a partir da semana que vem: na terça-feira (2), o Real recebe o Atléti no estádio Santiago Bernabéu; já a Juventus visita o Mônaco na quarta-feira (3), na França. As partidas de volta ocorrem na semana seguinte, com o jogo entre Juve e Mônaco na terça-feira (9), na Itália, e o clássico de Madrid no dia seguinte (10), no Vicente Calderón.

Leia também: Messi e Cristiano Ronaldo se beijam em grafite de rua espanhola

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.