Último treinador que ficou desempregado foi Ricardo Drubscky, demitido pelo Fluminense nesta quarta-feira

O Fluminense anunciou nesta quarta-feira a demissão de Ricardo Drubscky  e engrossou a lista dos técnicos que tiveram o trabalho interrompido precocemente em 2015 entre os 20 clubes que integram a Série A nacional. De janeiro, quando os elencos iniciaram a pré-temporada, a maio, a média é de quase duas trocas de comando por mês, nove no total.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.