Além da exclusão, o time azul e amarelo terá que pagar uma multa e jogar de portões fechados nos próximos 4 jogos

A Conmebol, enfim, chegou a uma decisão sobre o clássico argentino que não terminou na quinta-feira passada. Na noite deste sábado, a entidade máxima do futebol sul-americano decidiu eliminar o Boca Juniors da Libertadores e classificar o River Plate às quartas de final para enfrentar o Cruzeiro.

Além da exclusão, o Boca terá que pagar uma multa de 200 mil dólares, terá que jogar de portões fechados nos próximos quatro jogos de competições sul-americanas e não poderá vender ingressos para sua torcida nas próximas quatro partidas como visitante, também em torneios organizados pela Conmebol.

A decisão cabe recurso e o Boca Juniors tem sete dias para apresentar sua defesa e tentar reverter a punição.

Na última quinta-feira, na Bombonera, quando o River Plate voltava para disputa do segundo tempo, torcedores do Boca atacaram os jogadores rivais com spray de pimenta, causando a suspensão da partida que estava 0 a 0. No jogo de ida, o River havia vencido por 1 a 0.

Cruzeiro e River Plate começam a decidir uma vaga na semifinal da Libertadores no dia 21 de maio, quinta-feira, na Argentina. O duelo de volta será no dia 27, quarta-feira, no Mineirão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.