Foram seis cartões vermelhos em dez jogos. Em 2012, ano do título, time recebeu o prêmio “fair play” da Conmebol

O atacante Guerrero é expulso diante do Once Caldas, pela fase preliminar da Copa Libertadores 2015
Site oficial
O atacante Guerrero é expulso diante do Once Caldas, pela fase preliminar da Copa Libertadores 2015

Os últimos foram Fábio Santos e Jadson. Em dez jogos do Corinthians  pela Copa Libertadores, foram seis expulsões. Para quem foi campeão de fair play em 2012, quando levou o título continental invicto, o cenário em 2015 foi completamente o oposto. Como o antigo Corinthians pré-título inédito, a competição foi um fardo pesado que nem todos conseguiram carregar.

Leia: Corinthians consegue empréstimo e paga parte de dívida com jogadores na quinta

O nervosismo foi protagonista na queda corintiana em casa para o Guaraní do Paraguai . Fábio Santos, um dos jogadores mais experientes do time, sobrevivente do fiasco diante do Tolima, em 2011, voltou a ser expulso por uma imbecilidade. Como contra o Once Caldas, na partida de estreia, numa bola morta no meio de campo, ele levantou muito o pé e acertou o adversário com um chute na barriga. Uma força desproporcional. Pagou pela burrice. A mesma que tirou Jadson e deixou o time com nove em campo na metade do segundo tempo. O camisa 10 deu um tapa no rival.

Relembre seis fiascos recentes de times brasileiros na Copa Libertadores:

Antes das duas expulsões, Guerrero levou o cartão vermelho contra o Once Caldas e desfalcou o time em três partidas. No mesmo jogo já decidido por 4 a 0, Fábio Santos foi expulso nos acréscimos. Depois de uma primeira fase até tranquila, tudo começou a desandar na última partida contra o São Paulo, quando Emerson Sheik e Mendoza deram motivo para Sandro Meira Ricci expulsá-los por atos hostis.

Veja: Corinthians é eliminado na Libertadores e vira piada na web; veja os memes

Em toda a Libertadores de 2012, o Corinthians recebeu dois cartões vermelhos (Jorge Henrique e Emerson). Tite gostava de dizer na época que sua equipe não gosta de vencer a qualquer custo. Em 2015, depois de boas apresentações na primeira fase, o time perdeu o rumo após a eliminação para o Palmeiras, em casa, pelo Paulistão. Foram três derrotas seguidas com os titulares (duas para o Guarani e uma para o São Paulo). Venceu o Cruzeiro na rodada inaugural do Brasileirão, mas com reservas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.