Antes de partida contra o Guaraní-PAR, elenco foi avisado que receberá parte de direitos de imagem atrasados

No dia em que coloca seu destino na temporada em jogo, o Corinthians  conseguiu um empréstimo bancário que pagará cerca de 40% da dívida que o clube tem com seis jogadores do elenco (Fábio Santos, Danilo, Elias, Ralf, Guerrero e Emerson Sheik) e com Alexandre Pato, emprestado ao São Paulo. A dívida somada gira em torno de R$ 15 milhões e R$ 20 milhões.

Antes da partida contra o Guaraní, pela Libertadores, em Itaquera, a diretoria do clube avisou os jogadores que têm direitos de imagem atrasados de que a solução do problema está perto de ser resolvida. O atraso no pagamento chega a oito meses.

Leia também: Presidente não teme reação da torcida em caso de eliminação corintiana

Desde a derrota na partida de ida em Assunção, em que o Corinthians saiu derrotado por 2 a 0, a diretoria desdobrou seus esforços para conseguir pagar os atrasados antes da partida de volta nesta quarta-feira. Porém, com dificuldades de apresentar garantias financeiras aos bancos, não conseguiu ter rapidez no processo.

De acordo com o diretor financeiro do Corinthians, Emerson Piovezan, cada caso será analisado separadamente antes de cada pagamento ser efetuado. Fábio Santos, na terça-feira, garantiu que os jogadores confiam na diretoria e que logo terão acertados os vencimentos em atraso.

De acordo com a Rádio Transamérica, o lateral-esquerdo e um dos jogadores com mais anos de Corinthians no elenco (está no clube desde o início de 2011), teve reunião com membros de torcidas organizadas na véspera da partida contra o Guaraní e na conversa os torcedores prometeram cobrar a diretoria a pagar jogadores. Mas isso aconteceria somente em caso de classificação corintiana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.