Após vencer o jogo de ida por 3 a 0, time catalão perdeu por 3 a 2 em Munique, nesta terça-feira. Mas talento de Messi, Suárez e Neymar já tinha definido a vaga no primeiro tempo

Neymar Festeja seu primeiro gol em Munique
AP Photo/Matthias Schrader
Neymar Festeja seu primeiro gol em Munique

Barcelona  cumpriu a professia do técnico Pep Guardiola e, com grande atuação de Messi, Suárez e Neymar, eliminou o Bayern  da  Liga dos Campeões . Nem vale como consolo para o time alemão a vitória por 3 a 2 nesta terça-feira, em Munique. No final das contas, pesou muito mais o placar de  3 a 0 para o Barça no jogo de ida

Antes do jogo desta terça, o técnico do Bayern havia advertido seus atletas para o trio rival: “Eu gostaria de marcar gols em todos os ataques, mas não é assim. Quanto mais rápido a bola vai, mais rápido volta. Nesse jogo de vai e volta, com seus trio de atacantes, o Barcelona é muito bom. Tem hoje o melhor contra-ataque do mundo”.

Dito e feito. Foi em dois contra-ataques rápidos que o Barça matou o jogo ainda no primeiro tempo, depois de sair atrás no marcador. Em resposta ao gol de Benatia, de cabeça, aos 7 minutos, o trio sul-americano mostrou sintonia. A sequência foi a mesma em ambos os gols: de Messi para Suárez, dele para Neymar e, então, para o gol.



A diferença é que o primeiro gol catalão começou por baixo. Messi enfiou linda bola para Suárez, que penetrou pelo meio da defesa do Bayern e saiu na cara de Neuer. Ele foi generoso e rolou para Neymar, sozinho, empurrar para as redes.

Já o segundo gol começou pelo alto. Messi ganhou disputa de cabeça no meio-campo e deixou a bola limpa para Suárez, que avançou rumo à área. Mais uma vez ele serviu Neymar, que dessa vez matou no peito e chutou para marcar.

No intervalo, Suárez reclamou de dores musculares e, por precaução, deu lugar a Pedro. Além de perder um dos vértices do ataque MSN, o Barça diminuiu o ímpeto ofensivo, e assim o Bayern teve espaço para empatar o jogo. Lewandowski dançou na frente de Mascherano na entrada da área e finalizou com categoria.

A matemática era ingrata, e os quatro gols necessários para classificar o Bayern pareciam impossíveis. Ainda assim, o time tentou e ao menos conseguiu vencer diante de seus torcedores. Em boa troca de passes na entrada da área, aos 29 minutos, Schweinsteiger ajeitou para Müller, que chutou colocado e virou de novo o marcador.

Derrotado, porém classificado, o Barcelona espera o adversário na final do dia 6 de junho, em Berlim. A Juventus venceu o jogo de ida por 2 a 1, em Turim, e agora terá que enfrentar o Real Madrid no Santiago Bernabéu, nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília).

FICHA TÉCNICA
BAYERN 3 X 2 BARCELONA

Data: 12/5/2015 (terça-feira)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Local: Allianz Arena, em Munique (ALE)
Árbitro: Mark Clattenburg (ING)
Assistentes: Simon Beck (ING) e Jake Collin (ING)
Cartões amarelos: Thiago Alcântara, Xabi Alonso, Lewandowski (Bayern)
Gols:
BAYERN: Benatia, aos 7 minutos do primeiro tempo; Lewandowski, aos 14, e Müller, aos 29 minutos do segundo
BARCELONA: Neymar, aos 15 e aos 29 minutos do primeiro tempo

BAYERN: Neuer, Rafinha, Benatia, Boateng e Bernat; Xabi Alonso, Schweinsteiger, Lahm (Rode), Thiago Alcântara e Müller; Lewandoswki.
Técnico: Pep Guardiola

BARCELONA: Ter Stegen, Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba: Busquets, Rakitic (Mathieu) e Iniesta (Xavi): Messi, Suárez (Pedro) e Neymar.
Técnico: Luis Enrique

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.