O Cruzeiro pode chegar ao terceiro título seguido? Quem fica com as vagas para a Libertadores? Campeões estaduais serão fortes no torneio? Quem corre risco de cair? A partir deste sábado, serão 38 rodadas para responder essas perguntas

Atual bicampeão, o Cruzeiro chega reformulado para o Brasileirão de 2015
Washington Alves/Getty Images
Atual bicampeão, o Cruzeiro chega reformulado para o Brasileirão de 2015

Passados os Estaduais, chegou a hora de concentrar forças no Campeonato Brasileiro. Portanto, o que esperar de seu time na edição de 2015, que começa neste sábado? Atual bicampeão, o Cruzeiro vai em busca do terceiro título seguido com um elenco reformulado em relação ao ano passado. Outra atração é o Vasco, campeão carioca e de volta à Série A - Avaí, Joinville e Ponte Preta são os outros que ingressaram à elite. A Copa América, disputada em junho, vai prejudicar muito as equipes por conta dos convocados para suas seleções? Quem chega em alta ou baixa? Quem briga por vaga na Copa Libertadores? Quem flerta com o rebaixamento? Muitas perguntas e poucas certezas, que serão esclarecidas ao longo de 38 rodadas.

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro 2015

Abaixo, o iG palpita sobre a situação dos 20 participantes da Série A. E você, o que espera de seu time para o Brasileirão 2015?

Galo (ainda) forte

Lucas Pratto comanda o ataque do Atlético-MG
Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Lucas Pratto comanda o ataque do Atlético-MG

Campeão estadual este ano e da Copa do Brasil em 2014, o Atlético-MG  chega ao Brasileirão com status de postulante ao título ou vaga no G4. A saída de Diego Tardelli, negociado com o futebol chinês, foi amenizada com a chegada do atacante argentino Lucas Pratto, autor de gols importantes e que já conquistou a simpatia da torcida.  Pelo menos até a próxima semana, o elenco comandado por Levir Culpi ainda dividirá atenções com a Copa Libertadores - no primeiro duelo com o Internacional, pelas oitavas de final, empate em 2 a 2 . O Galo estreia neste sábado, diante do Palmeiras, às 18h30, no Allianz Parque.

Leia: Está em alta ou baixa? Como os candidatos a craque chegam para o Brasileirão

No olho do Furacão

O Atlético-PR  fechou o Brasileirão do ano passado no meio da tabela, mas há poucos indícios de que o mesmo, ou rendimento melhor, possa acontecer em 2015. O time correu risco de rebaixamento no Estadual e já teve três técnicos diferentes em cinco meses - Claudinei Oliveira e Enderson Moreira deixaram o clube. Nas mãos de MIlton Mendes, treinador que levou a Ferroviária à elite do Paulistão, o Furacão foi eliminado da Copa do Brasil em casa pelo Tupi . A esperança de gols é Walter, ex-Fluminense, e a estreia será na Arena da Baixada, contra o Internacional, domingo, às 16h.

Leia: Só mudanças de calendário, gestão e divisão de cotas salvam o Brasileirão

11 reforços para impedir um novo vexame

De volta à Série A após cinco anos, o Avaí  deve ter sido o participante do Brasileirão 2015 que mais judiou do torcedor no Estadual. Lanterna na primeira fase do Catarinense, escapou da degola graças ao quadrangular que definiu os rebaixados. O clube contratou 11 jogadores, como o meia Carlos Alberto (ex-Porto, Fluminense, Botafogo e Corinthians, entrou outras camisas que vestiu), na tentativa de que o retorno à elite nacional não seja passageiro. Na primeira rodada, os comandados de Gilson Kleina recebem o Santos, domingo, às 18h30.

Para deixar de ser surpresa

A Chapecoense  surpreendeu muita gente graúda no Brasileirão do ano passado, com direito a goleada por 5 a 1 sobre o Internacional. Mais um ano na elite é vital para que deixe de ser encarada como surpresa, mesmo tendo caído de rendimento na fase final do Catarinense após fazer a melhor campanha da primeira fase. Para seguir na Série A, o que será uma missão complicada, a equipe treinada por Vinicius Eutrópio conta com o bom retrospecto jogando em casa e os reforços dos experientes atacantes Edmilson (ex-Vasco) e Roger (ex-Ponte Preta e São Paulo). A estreia será na Arena Condá, contra o Coritiba, sábado, às 18h30.

Itaquera, o 12º jogador do Corinthians

Sim, tem a volta de Tite, técnico campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012. A indefinição sobre a permanência de Guerrero preocupa o torcedor, além do desfalque do volante Elias em junho, para que participe da Copa América com a seleção brasileira . Mas há um fator que reforça o Corinthians  como um dos favoritos ao título nacional: Itaquera. São 32 jogos de invencibilidade no novo estádio, que tem recebido bom público em quase todas as partidas - e conquistar o máximo de pontos possíveis em casa é um fator primordial num torneio por pontos corridos. Após a primeira rodada do Brasileirão, contra o Cruzeiro, domingo, às 16h, na Arena Pantanal, em Cuiabá, o foco da equipe é evitar a eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores .

Guerrero: se ficar, é a principal esperança de gols do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Guerrero: se ficar, é a principal esperança de gols do Corinthians


O Coritiba depois de Alex

Mesmo tendo em campo um de seus grandes ídolos, o meia Alex, o Coritiba  penou para se manter na Série A em 2014. Após fazer a melhor campanha na primeira fase do Paranaense deste ano, perdeu a final para o surpreendente Operário. Na Copa do Brasil, está em desvantagem no duelo com o Fortaleza. Para o técnico Marquinhos Santos, o desafio é o mesmo da temporada passada: evitar a degola. Na primeira rodada, o Coxa encara a Chapecoense, sábado, às 18h30, em Chapecó.

Leia: CBF quer dar cara europeia para o Brasileirão, mas não respeita nem datas Fifa

Dinastia celeste à prova

Os pilares da campanha que levou o Cruzeiro  ao bicampeonato em 2014 - Everton Ribeiro, Marcelo Moreno e Ricardo Goulart - fazem parte do passado. Para manter a supremacia no Brasileirão e buscar o tri, o técnico Marcelo Oliveira aposta em Leandro Damião, que reencontrou os gols com a camisa 9 celeste, e no uruguaio De Arrascaeta - o clube ainda procura um armador e/ou um nome de peso para reforçar o elenco (Robinho? Valdivia?). Por definição, é favorito ao título, apesar de ter feito um início de temporada irregular, especialmente na fase de grupos da Libertadores. A estreia é contra o Corinthians, domingo, às 16h, em Cuiabá.

Um olho na elite, outro no tribunal

Em campo, o Figueirense  é o vice-campeão catarinense de 2015. Fora dele, pode ficar com a taça estadual, pois o Joinville será julgado por uso irregular de jogador e perder pontos no Tribunal de Justiça Desportiva. Enquanto a Justiça decide, o elenco treinado por Argel tem o desafio de não passar o mesmo sufoco do ano passado, quando escapou do rebaixamento nos acréscimos. A estreia do Figueira será diante do Sport, domingo, às 16h, na Ilha do Retiro.

Qual será o "pôjeto" de Luxemburgo?

Vanderlei Luxemburgo tenta dar mais um título nacional ao Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo
Vanderlei Luxemburgo tenta dar mais um título nacional ao Flamengo

Semifinalista do Estadual do Rio, o Flamengo  chega ao Brasileiro diferente em relação a 2014, quando figurou entre os lanternas, mas reagiu sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e se salvou no meio da tabela. Se não mudar de "pôjeto", já que vem sendo sondado pelo São Paulo, o técnico almeja brigar por vaga na Libertadores, mesmo não tendo um dos elencos mais fortes do país. Para ficar perto desse objetivo, dependerá demais dos gols de Alecsandro e Marcelo Cirino, além das defesas de Paulo Victor. A estreia será contra o São Paulo, domingo, às 16h, no Morumbi.

Sem a Unimed, mas com Fred

Depois de 15 anos, a parceria com a Unimed, que rendeu dezenas de reforços de peso ao Fluminense , chegou ao fim. A equipe perdeu nomes importantes, como o meia Conca e o atacantes Rafael Sóbis e Walter, mas o clube conseguiu segurar alguns de seus astros, casos do goleiro Diego Cavalieri e do atacante Fred, artilheiro do último Brasileirão e do Carioca deste ano. Há também o reforço do experiente Magno Alves, ídolo da torcida. A missão do técnico Ricardo Drubscky, porém, não é das mais fáceis: driblar a instabilidade deste início de temporada ao longo de 38 rodadas e ter algo a almejar neste Brasileirão. A estreia será contra o Joinville, neste sábado, às 21h, no Maracanã.

Fred marca para o Fluminense: ele foi o artilheiro do Carioca
Nelson Perez/FluminenseF.C.
Fred marca para o Fluminense: ele foi o artilheiro do Carioca

Dupla esmeraldina contra a desconfiança

Único representante do Centro-Oeste do país no Brasileirão, o Goiás  conquistou o título estadual, mas o elenco comandado por Hélio dos Anjos é consciente de que a missão é se manter na elite nacional. Emprestado pelo Palmeiras, o meia Felipe Menezes foi um dos destaques deste início de temporada. Outra esperança da torcida é o atacante Erik, eleito a revelação do Campeonato Brasileiro de 2014. Os goianos estreiam contra o Vasco, domingo, às 18h30, em São Januário.

Mais um desafio para Felipão

O Grêmio  que em 2014 passou perto de uma vaga na Libertadores se desmantelou. Com orçamento mais enxuto, a opção foi se desfazer de medalhões e apostar na velha fórmula do bom e (nem tão) barato, que já rendeu o vice-campeonato gaúcho. A não ser que a diretoria abra o cofre e reforce o elenco - o atacante Alecsandro seria um dos alvos para o Brasileirão -, a missão do time treinado por Luiz Felipe Scolari não é das mais fáceis em 2015. Inicialmente, as pretensões são modestas para a envergadura do Tricolor Gaúcho. A estreia será diante da Ponte Preta, na Arena do Grêmio, domingo, no inusitado horário das 11h.

O eldorado dos sul-americanos

Lisandro López vai comandar o ataque do Inter
Alexandre Lops/Sport Club Internacional
Lisandro López vai comandar o ataque do Inter

Poucos clubes brasileiros observam tanto o futebol sul-americano quanto o Internacional . Sob o comando do uruguaio Diego Aguirre e tendo como apostas o chileno Aranguíz e os argentinos D'Alessandro e Lisandro López, a missão colorada é fazer o eterno rótulo de favorito ao título nacional, enfim, se concretizar - a última conquista do Brasileiro pelos gaúchos foi em 1979. Força de elenco para, pelo menos, se garantir na Copa Libertadores do ano que vem não falta. Na primeira rodada, o desafio é diante do Atlético-PR, fora de casa, domingo, às 16h.

O Coelho sai da toca

O Joinville  está de volta à Série A, após 28 anos distante da elite, e até o momento carrega o status de campeão estadual, pelo menos até que a Justiça defina o real desfecho do torneio . Para fazer bonito no Brasileirão, ou evitar a queda, o clube coloca suas fichas no veterano Marcelinho Paraíba, de 39 anos, ex-Grêmio e São Paulo. Manter a boa fase do futebol catarinense no cenário nacional é uma das missões do técnico Hemerson Maria, mesmo com um elenco limitado nas mãos. O primeiro desafio neste retorno será o Fluminense, às 21h de sábado, no Maracanã.

Expectativa que reflete a grandeza do Palmeiras

O mesmo Santos que tirou das mãos o título paulista deste ano evitou a queda para a Série B em 2014. Mas os tempos são outros no Palmeiras . Revigorado por seu novo estádio, o Allianz Parque, e pelo crescimento assustador do programa de sócio-torcedor (mais de 120 mil adesões, a oitava maior do mundo), o Verdão chega reforçado (21 contratações em 2015) e, o que mais importa ao torcedor, com o orgulho recuperado após anos de feridas abertas. Brigar mais uma vez para não cair é improvável. Falar em título talvez ainda seja um palpite ousado. A equipe treinada por Oswaldo de Oliveira tem, no entanto, peso para brigar na parte de cima da tabela. A estreia será em casa, contra o Atlético-MG, às 18h30 de sábado.

Leia também: Nobre justifica aumento do Avanti e anuncia camarote com Evair

Palmeiras versão 2015: time reforçado e orgulho recuperado
Site oficial
Palmeiras versão 2015: time reforçado e orgulho recuperado


O melhor de São Paulo. E do Brasil?

No Campeonato Paulista  deste ano, quem deu a bola foi o Santos . A habilidade de Robinho, a visão de jogo de Lucas Lima e os gols de Ricardo Oliveira driblaram os problemas financeiros do clube e levaram o time de Marcelo Fernandes à sétima final estadual seguida. Mas com qual status o Peixe chega para o Brasileirão? Ainda que tenha feito bom papel no Paulistão, pensar em título nacional é algo ambicioso, ainda mais se alguns dos principais jogadores saírem no meio do ano. Libertadores? Quem sabe... A estreia será contra o Avaí, às 18h30 de domingo, na Ressacada.

Bola para o Brocador da Ilha

Entre altos e baixos, o Sport  fez bom papel no Brasileirão passado. O investimento para 2015 segue alto. O clube manteve o meia Diego Souza e trouxe Hernane, ex-Flamengo, para o ataque - após passagem frustrada pelo Oriente Médio, ele assinou com os pernambucanos até dezembro. O mais provável é a briga pelo meio da tabela. O primeiro jogo será em casa, diante do Figueirense, às 16h de domingo.

Agora vai, Tricolor?

Brasileirão 2015 é o último ato da carreira de Rogério Ceni?
Andre Penner/AP
Brasileirão 2015 é o último ato da carreira de Rogério Ceni?

Muricy Ramalho saiu, Milton Cruz é cada vez menos interino, e as dúvidas sobre o que esperar do São Paulo  permanecem as mesmas. No papel, está no Morumbi um dos melhores elencos do Brasil, mas que insiste em mostrar o contrário quando vai a campo. A vitória sobre o Cruzeiro, no jogo de ida pelas oitavas de final da Libertadores, foi um alento após uma série de sustos no início do ano. Rogério Ceni, na teoria, para em agosto, Ganso e Pato são sempre uma incógnita, Alan Kardec está lesionado... De qualquer forma, o Tricolor deve brigar no topo da tabela do Brasileirão. O desafio inicial é o Flamengo, às 16h de domingo, no Morumbi.

Leia: São Paulo leva mais de 60 mil ao Morumbi e bate recorde nacional em 2015

O campeão (carioca) voltou (à elite)!

A filosofia de montar um elenco mais modesto deixou desconfiado o torcedor cansado de ver o Vasco  lutando para não cair. Sob o comando de Doriva, porém, o time se mostrou consistente na marcação e eficiente no ataque, ainda que não goleie ou dê espetáculo. Na volta à elite, o Cruz-Maltino chega como campeão carioca e com status de time que pode surpreender, porém sem grandes aspirações de título. A estreia será diante do Goiás, às 18h30 de domingo, em São Januário.

Com Eurico Miranda no comando, Vasco começou 2015 como campeão carioca
Divulgação
Com Eurico Miranda no comando, Vasco começou 2015 como campeão carioca



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.