Cláudio Fernando Mendes Cardoso de Moraes, de 25 anos, foi agredido no último domingo numa estação de trem

Agência Brasil

Cláudio Fernando Mendes Cardoso de Moraes, torcedor do Palmeiras
Reprodução
Cláudio Fernando Mendes Cardoso de Moraes, torcedor do Palmeiras

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou na tarde desta quarta-feira a morte cerebral do torcedor palmeirense Cláudio Fernando Mendes Cardoso de Moraes, de 25 anos. Ele ficou ferido em uma briga com torcedores santistas no último domingo, por volta das 20h. O fato ocorreu cerca de duas horas após partida entre os dois times, pela decisão do Campeonato Paulista .

O confronto ocorreu em uma passarela externa da Estação Jardim Romano, na zona leste, da Linha 12 – Safira, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A briga foi identificada por funcionários da companhia, que socorreram a vítima e a levaram para o Hospital Santa Marcelina, no Itaim Paulista, onde a morte foi constatada.

Leia: Os motivos para você não jogar a toalha nos Estaduais e acreditar no título

Após visita à Delegacia Especializada para Pessoas com Deficiência, o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, lamentou que o caso tenha sido informado tardiamente à polícia. “A família levou até o hospital e não houve o aviso imediato à polícia. Somente ontem chamamos a polícia até o DHPP [Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa] para que fossem ouvidas as pessoas que pudessem dar maiores informações e, a partir de agora, começamos as investigações", declarou.

No próximo domingo (3), haverá a segunda partida da decisão, quando os times do Palmeiras e do Santos se enfrentarão novamente. Desta vez, o jogo será na casa do Santos, no Estádio Vila Belmiro, na Baixada Santista, litoral paulista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.