CBF promove encontro de técnicos da Série A e técnico do Grêmio, comandante na Copa, diz que não vê evolução

Felipão e Dunga em reunião de técnicos na sede da CBF nesta segunda-feira
Rafael Ribeiro/CBF
Felipão e Dunga em reunião de técnicos na sede da CBF nesta segunda-feira

A CBF promoveu nesta segunda-feira o primeiro encontro entre técnicos da Série A com a comissão técnica da seleção brasileira. A reunião na sede da entidade, no Rio de Janeiro, foi comandada pelo presidente Marco Polo Del Nero, que convidou Luiz Felipe Scolari, técnico do Grêmio e condutor da maior vergonha da história da seleção brasileira, para se juntar a Dunga, treinador que assumiu o posto deixado por Felipão depois das derrotas por 7 a 1 para a Alemanha e 3 a 0 para a Holanda.

"A derrota para a Alemanha não mudou o futebol brasileiro. Continuamos tendo grandes técnicos, excelentes jogadores. Mas, claro, temos de evoluir sempre. É isso que este encontro proporcionará", disse Felipão. "Temos de ser adversários durante o jogo, mas depois temos de ser amigos e ter uma boa relação, independentemente do resultado."

Felipão ainda fez questão de lembrar que o último título mundial da seleção, em 2002, foi conquistado sob seu comando.

Técnicos da Série A do Brasileirão e comissão técnica da seleção. Atlético-PR, Corinthians e Figueirense não mandaram representantes
Rafael Ribeiro / CBF
Técnicos da Série A do Brasileirão e comissão técnica da seleção. Atlético-PR, Corinthians e Figueirense não mandaram representantes

"Sou o último treinador da seleção brasileira a perder uma Copa do Mundo mas, ao mesmo tempo, sou o último a vencer (em 2002 na Coreia do Sul e no Japão)", disse o técnico. Del Nero explicou o convite para Felipão subir à mesa justamente por isso. 

O encontro reuniu treinadores envolvidos nas decisões dos campeonatos estaduais, como o próprio Felipão, do Grêmio, e o uruguaio Diego Aguirre, do Internacional. Os três técnicos de clubes cariocas na Série A — Doriva, Ricardo Drubscky e Vanderlei Luxemburgo — também marcaram presenças. Corinthians, Figueirense e Atlético-PR não mandaram representantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.