Goleiro do Botafogo entra no rol de heróis improváveis dos Estaduais: relembre

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Reserva de Jefferson, Renan brilhou na decisão por pênaltis contra o Fluminense, no último sábado, e foi à final. Confira outros nomes menos badalados que decidiram para as equipes

Após 22 cobranças, Renan, goleiro do Botafogo, comemora vitória nos pênaltis diante do Fluminense, na semifinal do Campeonato Carioca. Foto: Vitor Silva/SS PressVagner, goleiro do Ituano, foi herói do título do Ituano no Paulistão 2014. Na final contra o Santos, ele pegou o pênalti batido por Neto. Foto: Ricardo Saibun/ Gazeta PressElivelton fez o gol do título do Corinthians no Paulista de 95 sobre o Palmeiras e comemorou tirando a camisa. Mas ele tinha outra por baixo porque sabia que marcaria. Foto: ReproduçãoLisandro López entrou no segundo tempo contra o Cruzeiro-RS, empatou o jogo e foi o grande nome da semifinal deste ano. Foto: Alexandre Lops/Sport Club Internacional Moraes marcou o gol do título paulista do Santos em 2007, contra o São Caetano. Foto: Santos/DivulgaçãoCom a ausência de Fred, Rafael Moura foi titular na final do Carioca em 2012, contra o Botafogo, e marcou o gol do título -  de panturrilha esquerda. Foto: AFPNa semifinal contra o São Paulo em 2008, Léo Lima, então do Palmeiras, arriscou o chute de longe e marcou o primeiro gol após falha de Rogério Ceni. O time foi à final e faturou o título sobre a Ponte Preta. Foto: ReproduçãoMárcio Araújo fez o gol do título estadual do Flamengo em 2014, diante do Vasco. Foto: Getty ImagesO veterano Cleber Santana foi quem comandou a vitória do Avaí por 3 a 0 na final do Catarinense-12, contra o Figueirense. Foto: Site oficialEm 1974, Ronaldo prolongou a fila do Corinthians e marcou o gol do título do Palmeiras no Campeonato Paulista. Foto: Reprodução


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas