Corinthians aponta mais de 800 cadeiras quebradas pela torcida do Palmeiras

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Clube ainda não falou em valores o prejuízo e se cobrará o rival. Presidente do Palmeiras entende que terá de pagar

Cadeiras danificadas na Arena Corinthians
Reprodução
Cadeiras danificadas na Arena Corinthians

Um dia depois do clássico que classificou o Palmeiras para a final do Campeonato Paulista, o Corinthians divulgou o prejuízo que teve em sua Arena no último domingo, após receber quase dois mil palmeirenses para a semifinal. De acordo com a vistoria feito pelo clube, foram danificadas mais de 800 cadeiras, além de quebra-quebra no banheiro e demais áreas de acesso. 

Leia também: Palmeiras aumenta valor dos ingressos e cobra até R$ 300 para final com o Santos

A estimativa em valores ainda não foi divulgada pelo Corinthians, que também não informou se o rival terá ou não de arcar com o gasto.

FPF confirma finais do Paulistão no Allianz Parque e na Vila Belmiro

Na última segunda-feira, antes das semifinais acontecerem, o presidente do Palmeiras foi questionado pela reportagem se havia tido alguma conversa com Edu Gaspar, gerente de futebol corintiano, neste sentido. Ele negou, mas disse entender que seria do Palmeiras a responsabilidade por eventuais danos na casa adversária.

"Isso não é conversado, isso é uma coisa natural. Se eventualmente sua torcida quebra o estádio adversário, você paga. É um acordo que existe entre os clubes. Mas é absolutamente normal", falou o presidente Paulo Nobre em entrevista ao iG.  

Em fevereiro, quando o Corinthians jogou no Allianz Parque, ele não precisou ressarcir o Palmeiras pelos atos de vandalismo de sua torcida. Naquela ocasião, a WTorre - construtora que administra o estádio alviverde - divulgou que foram constatadas 44 cadeiras quebradas, 129 porta-copos danificados e 29 assentos com problemas na mola após o clássico. Além de paredes pichadas do banheiro visitante e outros itens. O valor total dos bens danificados foi estimado em R$ 25 mil e pago pelo Palmeiras.

A cobrança não aconteceu porque o Corinthians, no ano passado, também preferiu não cobrar cerca de R$ 50 mil do Palmeiras por mais de 200 cadeiras quebradas.

Confira o saldo do vandalismo na Arena Corinthians:

- 877 cadeiras
- 10 papeleiras
- 1 assento de vaso sanitário
- 1 porta de banheiro
- 3 batentes de portas de banheiro
- 2 grades de proteção de circulação de público
- 2 corrimãos de escadas
- 1 longarina arrancada com 26 cadeiras

Leia tudo sobre: CorinthiansPalmeirasPaulistãoCampeonato Paulistaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas