Rio e Minas registraram queda de público nos clássicos, e só o Paulistão parece ter empolgado, com dois recordes de público

As fases decisivas dos campeonatos estaduais tiveram três clássicos neste final de semana, dois no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. E nos dois Estados o torcedor não mostrou muita empolgação com o mata-mata. Em ambos os casos, os públicos dos jogos ficaram abaixo do esperado, menores do que em outras ocasiões menos importantes.

No Campeonato Carioca , que registrou os maiores públicos do ano até agora, tanto Vasco x Flamengo quanto Fluminense x Botafogo tiveram números bem inferiores aos dos jogos da primeira fase.

Leia mais: Paulistão pega fogo, e rodada histórica de clássicos deve incendiar ainda mais

Na primeira fase, o clássico Flamengo x Vasco registrou o maior público da competição, com 51.085 pagantes no dia 22 de março. Neste domingo, apenas 21.289 torcedores pagaram para ver Vasco 0 x 0 Flamengo . Com isso, a renda também despencou, de R$ 2,5 milhões para R$ 1 milhão.

O mesmo aconteceu no clássico de sábado, Fluminense 2 x 1 Botafogo . O mesmo duelo, então pela primeira fase, teve 21.795 pagantes no dia 8 de março, com renda de R$ 694,6 mil. Neste sábado, a renda foi quase a mesma, resultado do preço maior dos ingressos: R$ 654,4 mil. Mas o público foi um terço menor, 14.424 pagantes. 

No Campeonato Mineiro , o público no Independência foi bom para Atlético-MG 1 x 1 Cruzeiro , com 16.153 pagantes. Na primeira fase, as equipes se enfrentaram no Mineirão, que é maior e teve público de 34,412 torcedores. Na primeira fase de 2014, porém, os times também duelaram no Independência, que recebeu 18.231 pagantes. E, na final daquele ano, no mesmo estádio, o público foi de 22,342. 

A exceção foi o Campeonato Paulista , mesmo sem ter clássicos. A torcida do São Paulo, com o time em crise, decepcionou e levou apenas 18.221 pagantes ao Morumbi diante do Red Bull. Palmeirenses e corintianos, porém, registraram os dois melhores públicos do campeonato.

Na Allianz Arena, o Palmeiras venceu o Botafogo-SP por 1 a 0, às 11h da manhã, diante de 35.437 torcedores, uma renda de R$ 2,5 milhões. Já Corinthians 1 x 0 Ponte Preta, sábado, no Itaquerão, teve 32,438 pagantes e renda de R$ 2,3 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.