Lateral-esquerdo ofendeu torcedores em partida no Beira-Rio e sua permanência no clube ficou insustentável, diz Piffero

Fabrício fez gestos obscenos para a torcida do Inter e teria ouvido ofensas racistas
Reprodução/Twitter
Fabrício fez gestos obscenos para a torcida do Inter e teria ouvido ofensas racistas

O presidente do Internacional , Vitorio Píffero, disse em entrevista coletiva nesta segunda-feira que o lateral-esquerdo Fabrício está liberado para procurar outro clube. 

"A partir de agora, o empresário está autorizado a negociar o jogador, seja por empréstimo, seja para compra", disse o mandatário. Na última quarta-feira, em partida contra o Ypiranga, no Beira-Rio, Fabrício se voltou contra torcedores que o vaiaram com gestos obscenos. 

Leia também:
Ofensa gremista em 2014 é usada para justificar multa ao Inter por caso Fabrício

"A atitude do Fabrício fugiu do controle dele. Esse episódio não afetou o vestiário, afetou o clube", comentou o presidente colorado. Segundo ele, seis clubes já procuraram o Inter manifestando interesse em contratar Fabrício. O clube gaúcho tem 50% dos direitos econômicos do lateral-esquerdo que chegou ao Inter em 2011. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.