Relação final para o torneio acontece um mês antes de final do torneio europeu que pode ter muitos brasileiros envolvidos

Dunga convoca a seleção que jogará a Copa América em 5 de maio, na sede da CBF no Rio
Michel Euler/AP
Dunga convoca a seleção que jogará a Copa América em 5 de maio, na sede da CBF no Rio

A CBF divulgou nesta segunda-feira que a lista dos 23 jogadores convocados da seleção brasileira  para a Copa América será divulgada no dia 5 de maio. O torneio acontece no Chile, entre 11 de junho e 4 de julho. Dunga agora terá de esperar o desempenho dos jogadores brasileiros na Liga dos Campeões para saber quando terá força máxima para os treinos antes do torneio. 

A final do principal torneio de clubes da Europa será em 6 de junho, em Berlim. No dia 7, no Allianz Parque, em São Paulo, o Brasil enfrenta o México em amistoso preparatório para a Copa América. Se não puder contar com jogadores em compromissos com seus clubes, o técnico poderá não ter força máxima para estas partidas. 

A entidade ainda não divulgou a programação para a Copa América, mas os jogadores liberados pelos clubes se reúnem em Teresópolis no final de maio. As principais ligas europeias têm rodadas para a última semana do mês. Neymar, por exemplo, tem a final da Copa do Rei para jogar com o Barcelona no dia 30 de maio e pode ser uma baixa para os primeiros treinos. 

Veja os 23 convocados por Dunga para os jogos contra França e Chile em março

Dos oito clubes classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões, seis têm jogadores que vêm sendo convocados por Dunga (apenas Juventus e Bayern de Munique não tiveram atletas brasileiros lembrados pelo técnico). Real Madrid, Atlético de Madri, Barcelona, Porto, Monaco e Paris Saint-Germain cederam atletas. Quando a convocação for feita, apenas quatro times ainda seguirão no torneio. As semifinais estão marcadas para os dias 4, 5, 11 e 12 de maio.

Além da potencial ausência de jogadores importantes dos treinos preparatórios, o técnico ainda terá de torcer pela saúde dos convocados. Com listas divulgadas cada vez mais tempo antes dos compromissos da seleção, os cortes têm sido comuns. Na última relação, David Luiz, Marquinhos e Diego Tardelli foram desconvocados. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.