Eduardo Bandeira de Mello e Peter Siemsen unem forças para tentar enfraquecer Rubens Lopes, presidente da entidade

A briga entre Flamengo  e Fluminense  com a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) parece longe do fim. Na noite desta quinta-feira, os presidentes dos dois clubes, Eduardo Bandeira de Mello e Peter Siemsen, respectivamente, não só reforçaram a união no rompimento com a entidade administrada por Rubens Lopes como cogitaram formar uma liga independente, a depender da legalidade da criação.

Leia também: STJD contraria TJD/RJ e concede efeito suspensivo a Luxemburgo

"A Lei Pelé prevê a criação de ligas, mas é necessário uma aprovação. A lei dá um caminho, mas o estatuto apresenta obstáculos. Estamos estudando. Mas já é uma situação irreversível. A decisão já está tomada, só estamos vendo o melhor caminho. Se estivermos de esticar a corda e, de repente, perder até dinheiro, estamos dispostos", disse Siemsen, em entrevista ao canal ESPN Brasil.

"Flamengo e Fluminense estão unidos e estudando de maneira fria e profissional uma maneira a ser adotada em 2016. Estamos rompidos com a Ferj, disputamos esse campeonato sob protesto e só estamos em campo por respeito aos profissionais que vivem do futebol e aos torcedores", completou Bandeira de Mello à mesma emissora.

Leia também: Peter Siemsen será julgado por ataques à Ferj

A briga teve início no começo do ano, quando a Ferj aprovou, por maioria de votos, preços promocionais de ingressos no Campeonato Carioca. Fla e Flu, que mantêm programas de sócios-torcedores, foram contrários à medida. Desde então, cada lado tem atacado o outro por meio de notas oficiais. Os clubes também criticam o uso do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio para punir críticos da entidade, como o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, e Peter Siemsen.

"Eles têm esse direito. Nenhum clube é obrigado a manter sua filiação. Eles podem reclamar, mas se estão na federação hoje, precisam respeitar as leis que estão lá, como em um condomínio", rebateu Rubens Lopes.

Em campo, Fla e Flu seguem rivais. Os times se enfrentam neste domingo, às 18h30, no Maracanã.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.