Números do atacante não empolgam e ele ainda tem de provar o investimento de R$ 19 milhões feito pelo clube. Contra o Mogi Mirim, sábado, é a chance de mostrar serviço

O Palmeiras  não economizou quando decidiu contratar o atacante Dudu, dando um chapéu no rival São Paulo. Para concretizar o negócio com o ex-gremista, o clube precisou desembolsar cerca de R$ 19 milhões - quantia que conseguiu arrecadar graças ao programa de sócio-torcedor. Tamanho buraco nas economias, entretanto, ainda não foi recompensado pelo atacante. Quase três meses depois do acerto, Dudu ainda não conseguiu se tornar protagonista e já foi até motivo de vaias por parte da torcida. Alguns números explicam o porquê.  

Com um contrato válido por quatro temporadas e candidato a ídolo, Dudu chegou ao Palmeiras com recepção de estrela (ao ser apresentado no Allianz Parque) e prometendo comemorar gols "tirando o chapéu" contra os adversários. Mas, desde a estreia, foram 13 jogos, dois gols (apenas um no Estadual) e somente o posto na seleção dos dez atletas que mais erram passes no Campeonato Paulista.

De acordo com o Footstats , Dudu é o 10ª jogador com mais passes errados na competição, com 67, e o líder em viradas de jogo incorretas (no total são cinco). Ele também é o segundo com maior número de finalizações erradas na equipe (dez), e o quarto no quesito cruzamentos (31 errados). Tanta irregularidade irritou a torcida, que chegou a vaiá-lo na partida contra o XV de Piracicaba, no mês passado. A resposta do jogador gerou até um certo mal estar dentro do clube.

Confira as contratações do Palmeiras para a temporada 2015:


“Eles têm de entender que, quando der para passar a bola, vou passar. Quando não der, não vou passar. Ficam reclamando muito. Tem de deixar mais o jogador jogar. No primeiro tempo já estavam pegando no pé do Allione. Se for para vir ao estádio é para apoiar, não para ficar chiando na arquibancada. O torcedor precisa ter paciência, sabendo que estamos ali defendendo o Palmeiras”, disse ele logo após as críticas.

A melhor exibição de Dudu no Palmeiras aconteceu no clássico contra o São Paulo. O atacante provocou a expulsão do zagueiro Rafael Toloi e participou do gol de Rafael Marques, o segundo na vitória por 3 a 0, e só não fez chover no novo estádio. O problema é que na partida seguinte, contra o Red Bull Brasil, o atacante foi muito mal (assim como todo o time) e a falta de objetividade em alguns lances atrapalhou. 

Apesar do desempenho abaixo do esperado e firulas em excesso de Dudu, a torcida do Palmeiras tem motivos para acreditar na evolução dele. Afinal, ele é o sétimo jogador do campeonato que mais recebe faltas – foram 30 até o momento – e o segundo maior driblador do time. Contra o Mogi Mirim, sábado, em casa, o Palmeiras tem a chance de reencontrar a vitória e Dudu de convencer os torcedores.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.