Presidente palmeirense decidiu cobrar R$ 200 pelos ingressos dos visitantes, que decidiram boicotar o clássico. Torcida do Palmeiras manifestou apoio à decisão dos são-paulinos

As maiores torcidas organizadas de Palmeiras  e São Paulo , Mancha Alviverde e Independente, se uniram horas antes do clássico que os dois times disputarão nesta noite, às 22h, no Allianz Parque. O motivo da união: o alto preço de R$ 200 que o Palmeiras cobrará do torcedor visitante pelo ingresso.

Roubo de estádio, pancadaria, puladas de muro e mais polêmicas de Palmeiras x SP

A cobrança de preços elevados de torcedores visitantes tornou-se habitual nos clássicos regionais no Brasil, e dessa vez serviu para unir os rivais.

Palmeiras vive jejum histórico em clássicos, e São Paulo tem retrospecto melhor

Mancha Alviverde: apoio aos rivais por boicote ao preço dos ingressos
Sergio Ortiz/Forza Palestrina
Mancha Alviverde: apoio aos rivais por boicote ao preço dos ingressos

Faltando pouco menos de dez horas para o início do jogo, a Independente publicou um comunicado em sua página no Facebook dizendo que irá boicotar o clássico devido ao alto preço dos ingressos. Ainda, aconselhou os torcedores que já tinham comprado a devolverem os bilhetes e pedirem o dinheiro de volta.

Pouco depois do comunicado são-paulino, a Mancha Alviverde manifestou apoio à decisão. "Lamentamos e compreendemos o fato da torcida do SPFC não aceitar o preço de 200 reais do ingresso e não ir para o jogo", diz o texto. "Esse abuso que o Presidente do Palmeiras está cobrando do visitante também irá refletir em nossa torcida quando formos nós os visitantes".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.