Ao contrário do que ocorreu nos Jogos de Londres 2012, o torneio olímpico de futebol das Olimpíadas do Rio 2016 poderá não contar com uma equipe unificada britânica

Craig Bellamy vibra depois de abrir o placar para a Grã-Bretanha contra Senegal, pelas Olimpíadas de Londres
AP
Craig Bellamy vibra depois de abrir o placar para a Grã-Bretanha contra Senegal, pelas Olimpíadas de Londres

A menos que ocorra um consenso, o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, não contará com a presença de representantes dos países da Grã-Bretanha. Segundo o jornal britânico The Guardian, somente um acordo entre os quatro países que compõe o Reino Unido permitiria que um time unificado pudesse ser formado, a exemplo do que ocorreru nas Olimpíadas de 2012, realizadas em Londres.

Saiba mais sobre as Olimpíadas 2016 no blog Espírito Olímpico

"A Fifa assegurou que a presença de uma equipe britânica nos Jogos do Rio só ocorrerá se houver um acordo entre as quatro nações. Se isso não acontecer, não teremos a presença da Grã-Bretanha no torneio olímpíco de futebol", afirmou Jim Boyce, vice-presidente da Fifa e ex-mandatário da federação da Irlanda do Norte.

A intenção de montar um time unificado para o torneio olímpico esbarra justamente na resistência de Irlanda do Norte, País de Gales e Escócia, que temem perder seu status individual perante à Fifa e sejam incorporados a uma seleção da Grã-Bretanha em todas as competições internacionais.

Em 2012, houve um acordo para participação conjunta dos quatro países em uma única equipe no torneio de futebol pelo fato dos Jogos Olímpicos estarem sendo realizados justamente em Londres.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.