Personagem emblemático de sua seleção no Mundial do Brasil, Miguel Herrera foi homenageado com a inauguração de estátua no museu de cera da Cidade do México

O técnico da seleção do México, Miguel Herrera, posa ao lado de sua estátua, no Museu de Cera mexicano
Divulgação
O técnico da seleção do México, Miguel Herrera, posa ao lado de sua estátua, no Museu de Cera mexicano

Considerado como um dos  "reis do carisma" na Copa do Mundo de 2014, o técnico da seleção do México, Miguel Herrera, ganhou uma estátua no museu de cera da Cidade do México. A peça foi apresentada nesta última quarta-feira e contou com a presença do próprio treinador, que levou sua mulher, filhas e mãe ao evento.

"Estou muito agradecido aos integrantes do museu de cera por esta homenagem, desde que eles me informaram que eu ganharia esta estátua, há quatro meses. Além disso, o fato de a inauguração ter coincidido com a data de meu aniversário também foi muito especial", disse Herrera, que completou 47 anos justamente nesta quarta-feira.

Com a inaugração da estátua de Herrera, o museu ampliou seu acervo de figuras ligadas ao esporte, que já conta com o brasileiro Ronaldinho Gaúcho, os mexicanos Hugo Sánchez e Cuauhtémoc Blanco, o velocista jamaicano Usain Bolt, entre outros. A estátutua de Miguel Herrera também será exibida nos museus de Veracruz e Guadalajara, cidade onde o treinador tem muitos fãs.

Na próxima semana, Miguel Herrera comandará o México em dois amistosos preparatórios para as próximas competições da seleção, as Copas América e Ouro: no dia 28 encara o Equador e no dia 31 a seleção do Paraguai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.