Trio de R$ 1 bilhão pode mudar de clube e incendiar o mercado da bola

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cristiano Ronaldo e Gareth Bale, contestados no Real Madrid, e Di María, sem moral no Manchester United, perderam o status de intocáveis e podem ser vendidos na próxima janela

Três dos cinco jogadores mais caros do futebol mundial vivem momento de instabilidade e podem incendiar o mercado da bola em breve. Cristiano Ronaldo, Gareth Bale e Di María, que juntos estão avaliados em 233 milhões de libras (R$ 1,1 bilhão) pelo site Transfer Markt, não são mais intocáveis e podem mudar de clube na próxima janela de transferências. 

Leia mais: Neymar e novo xodó de Dunga encabeçam elite brasileira no futebol europeu

O curioso é que há um ano o trio estava junto e muito bem no Real Madrid, então campeão da Liga dos Campeões. Porém, a ótima Copa do Mundo de James Rodríguez despertou a cobiça do clube espanhol, que achou por bem investir no colombiano e vender Di María ao Manchester United. De lá para cá, muita coisa mudou.

Bale, Di Maria e Cristiano Ronaldo: em baixa desde que o argentino deixou o Real Madrid
Denis Doyle/Getty Images
Bale, Di Maria e Cristiano Ronaldo: em baixa desde que o argentino deixou o Real Madrid

Eleito o melhor jogador do mundo nos últimos dois anos, Cristiano Ronaldo vive seu pior momento no Real Madrid e pela primeira vez tem chances reais de ser negociado. A perda da liderança do Campeonato Espanhol para o Barcelona, a quase eliminação ante o Schalke na Liga dos Campeões e uma festança de aniversário horas após levar uma surra de 4 a 0 do Atlético de Madri, no dia 7 de fevereiro, viraram a torcida contra o craque. E a diretoria está ao lado dos fãs, que cobram mais comprometimento do astro avaliado em 105,6 milhões de libras (R$ 501,6 milhões).

Veja também: Diretoria do Real está insatisfeita com postura de CR7, diz jornal 

No último domingo, na vitória por 2 a 0 sobre o Levante, a torcida voltou a vaiar a equipe. Cristiano Ronaldo, irritado, foi flagrado pela emissora espanhola Cuatro soltando um “foda-se” em português bem claro. Dias antes, foi peitado pelo goleiro Casillas ao se recusar a saudar a torcida na partida contra o Schalke. Em protesto, o astro decidiu se calar e informou que não falará mais com a imprensa até o final da temporada.

Leia ainda: Em baixa no Real, Bale é sondado por três clubes ingleses, diz jornal

Outra vítima da torcida do Real Madrid tem sido Gareth Bale, que marcou os dois gols da equipe no domingo e encerrou um jejum de nove jogos. O galês não repete as boas atuações da temporada passada e tem sido o maior alvo das vaias. Nem Cristiano colabora, já que foi flagrado irritado após o primeiro gol do colega (vídeo abaixo), que por pouco ele próprio não marcou.

"A reação irritada ao gol do Bale num rebote de seu chute foi bizarra e nada sadia", disse o ex-jogador inglês Gary Lineker, hoje um respeitado analista da televisão britânica. “O altruísmo é importante no elenco. Se virmos uma situação de egoísmo, trataremos”, disse recentemente o técnico Carlo Ancelotti, sem deixar claro o alvo da mensagem.

Ironicamente, um mesmo clube está cotado para receber os dois: o Manchester United. Enquanto Cristiano Ronaldo é amado pela torcida da equipe inglesa, onde jogou de 2003 a 2009, Bale é um antigo sonho, desde os tempos em que explodiu no Tottenham. O galês ainda é cobiçado por Chelsea e Manchester City e está avaliado em 70,4 milhões de libras (R$ 334,4 milhões).

Se o Manchester United decidir abrir a carteira e pagar 176 milhões de libras (R$ 836 milhões) pela dupla, poderia formar novamente o trio que levou o Real ao décimo título da Liga dos Campeões. O problema é que Di María, que chegou no início desta temporada e está avaliado em 57,2 milhões de libras (R$ 271,7 milhões), enfrenta sua própria crise. Contestado, pode ser vendido pelo United ao PSG para fazer caixa e permitir a chegada de ao menos um dos ex-companheiros.

Veja quem são os dez jogadores mais caros do mundo*:

JOGADOR CLUBE VALOR (libras) VALOR (reais) 
Lionel Messi Barcelona 105,6 milhões 501,6 milhões
Cristiano Ronaldo  Real Madrid  105,6 milhões  501,6 milhões
Gareth Bale  Real Madrid  70,4 milhões 334,4 milhões
Neymar  Barcelona  70,4 milhões 334,4 milhões
Ángel Di María  Manchester United  57,2 milhões 271,7 milhões
James Rodríguez  Real Madrid  52,8 milhões 250,8 milhões
Eden Hazard  Chelsea  52,8 milhões 250,8 milhões
Luis Suárez  Barcelona  52,8 milhões 250,8 milhões
Thomas Müller  Bayern de Munique  48,4 milhões 229,9 milhões
Luka Modric  Real Madrid  48,4 milhões 229,9 milhões


*dados: Transfer Markt

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas