Corinthians fará homenagem a Ayrton Senna neste final de semana

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Jogadores entrarão em campo com camiseta especial, com a hashtag #SennaSempre nas costas

Camisa do Corinthians homenageia Senna
Divulgação
Camisa do Corinthians homenageia Senna

O tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna será homenageado pelo Corinthians na partida deste sábado contra Red Bull, às 16h, no Itaquerão, pelo Paulistão 2015. A ação faz parte das comemorações do 55º aniversário de nascimento do ex-piloto, no dia 21 de março.

Leia mais: Guerrero espera pagamento de atrasados para discutir renovação

Os jogadores do Corinthians entrarão em campo com uma camiseta especial, com a hashtag #SennaSempre nas costas. depois, os uniformes serão autografados e doados ao Instituto Ayrton Senna, que ajuda a oferecer educação a crianças e jovens.

Relembre dez polêmicas da carreira do tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna:

Rivalidade com Piquet - Dupla brasileira nunca se deu bem no período em que correram juntos na F1. Quando Senna morreu, Piquet nem ao enterro foi. Foto: ReproduçãoMônaco 1984 – Direção de prova encerrou a corrida por causa da chuva e evitou que Senna, com a Toleman, ultrapassasse Alain Prost, com a McLaren. Foto: Getty Images Senna se desentendeu com Elio de Angelis em 1985 por causa de uma manobra que o italiano não gostou e chegou a empurrá-lo nos boxes após o GP da África do Sul. Foto: Getty ImagesSenna vetou Derek Warwick na Lotus em 86 como seu companheiro de equipe. Isso gerou mal-estar não só com o piloto, mas com a imprensa inglesa na época. Foto: Michael Cooper/Getty ImagesSan Marino 1989 - Rivalidade entre Senna e Prost se acirrou depois que brasileiro teria descumprido trato de não ultrapassagem após primeira curva da corrida. Foto: ReproduçãoEm Suzuka, em 89, precisando vencer para continuar na luta pelo título, Senna tentou passar Prost, mas ambos bateram. Senna voltou à pista, mas foi desclassificado. Foto: Getty ImagesEm 1990, após polêmica em Suzuka, Jean-Marie Balestre, presidente da FIA, exigiu retratação de Senna por críticas. Brasileiro bateu o pé e quse perdeu sua superlicença. Foto: Pascal Rondeau/Getty ImagesEm 90, em Suzuka, Senna deu o troco em Prost. Jogou sua McLaren para cima da Ferrari do francês na primeira curva e, como ambos abandonaram, foi campeão. Foto: Getty ImagesEm 1992, Senna discutiu com Michael Schumacher após prova na França. O alemão deu declarações à imprensa sobre o brasileiro. Foto: ReproduçãoEm Suzuka, em 1993, Senna deu um tapa na cara de Eddie Irvine após desentendimento na pista. O brasileiro brigava pela vitória e irlandês o atrapalhou. Foto: Mike Hewitt/Getty Images


Leia tudo sobre: corinthiansayrton sennacampeonato paulista

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas