Neymar dos Santos, pai do jogador, processou Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro por danos morais e obteve vitória na justiça

Saída de Neymar para o Barcelona fez ruir a relação de Laor e o staff do jogador
Arquivo iG
Saída de Neymar para o Barcelona fez ruir a relação de Laor e o staff do jogador

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, ex-presidente do Santos , a pagar indenização de R$ 20 mil a Neymar da Silva Santos. O pai do jogador do Barcelona processou o ex-dirigente por declarações dadas em 2014.

Na ocasião, em entrevista à ESPN, Laor, como é conhecido o ex-cartola, disse que Neymar Santos "era responsável por organizar orgias, mercenário, mau caráter e mentiroso". 

Nesta segunda, o site oficial de Neymar publicou a decisão em 2ª instância que obriga Laor a indenizar o pai do jogador.

Leia também: Clubes que atrasam salários podem perder pontos no Brasileirão de 2015

"O Tribunal de Justiça de São Paulo divulgou em sua página oficial no último sábado (28 de fevereiro), a condenação ao ex-presidente do Santos FC, Luis Alvaro, por danos morais e por ofensa à dignidade e imagem do empresário Neymar da Silva Santos. A decisão da 3ª Vara Cível do Foro Regional de Pinheiros decretou o pagamento de indenização no valor de R$ 20 mil", diz a nota. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.