Derrotado na estreia, clube faz dois jogos em casa e goleiro tem a receita para não passar o sufoco de última participação

Rogério Ceni lembra de 2013 como lição
Getty Images
Rogério Ceni lembra de 2013 como lição

O São Paulo  tem sua primeira final de Libertadores  na segunda rodada da fase de grupos da competição. É assim que o goleiro Rogério Ceni encara a partida desta quarta-feira contra o Danubio, no Morumbi, pelo grupo 2. A participação são-paulina na edição de 2013 do torneio está bem fresca na memória do capitão, especialmente depois da derrota para o Corinthians  na estreia há uma semana. 

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Libertadores

"Temos dois mata-matas agora contra Danúbio e San Lorenzo. Temos que pontuar no mínimo com quatro pontos em cada um desses jogos para chegar na última rodada (contra o Corinthians) dependendo só da gente pra classificar. Precisamos depender das nossas forças, não como foi em 2013", disse Ceni depois da partida contra o Corinthians.

Há dois anos, o São Paulo também iniciou sua campanha perdendo para um time brasileiro. Saiu derrotado para o Atlético-MG. Depois, nos quatro jogos seguintes, dois contra o Arsenal de Sarandí e outros dois contra o Strongest, somou apenas quatro pontos. Chegou à última rodada contra o Atlético precisando vencer e torcendo por uma derrota do Strongest. Acabou conseguindo avançar com sete pontos, mas o sufoco serviu de lição. 

"Temos cinco jogos e parece que é muito, mas não é muito. Se a gente não fizer seis pontos dentro de casa dificilmente vamos conseguir (passar de fase). Você acaba vivendo algo parecido como na Libertadores que vencemos o Atlético na última rodada, contando com um tropeço de um outro adversário. A gente não pode chegar nesse ponto de novo. Precisamos de uma pontuação melhor", completou. 

O grupo 2 da Libertadores têm Corinthians e San Lorenzo com três pontos e São Paulo e Danubio sem nada após uma rodada. O time de Itaquera visita os argentinos no dia 4 de março no Nuevo Gasómetro. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.