Campanha ganha força na Inglaterra e teve manifestação no estádio do Crystal Palace em jogo contra o Arsenal no sábado

Os torcedores de clubes da Premier League , nome pomposo para o Campeonato Inglês, intensificaram a campanha contra os altos preços aplicados pelos clubes da liga nos jogos do torneio. Neste sábado, torcedores do Crystal Palace levaram uma faixa gigante ao estádio da equipe em Londres onde enfrentaram o Arsenal. 

Torcedores do Crystal Palace protestam contra preços de ingressos da Premier League
Reprodução/Twitter
Torcedores do Crystal Palace protestam contra preços de ingressos da Premier League




Com um porco engravatado na faixa, os torcedores protestaram contra a "exploração" que sofrem. A Premier League vendeu os direitos de transmissão para as próximas três temporadas por mais de 5 bilhões de libras, mais de R$ 22 bilhões. 

Leia também: Preços de ingressos para partidas do Campeonato Inglês variam até 840%

"5 bilhões no cocho e os torcedores ainda são explorados. Dividam o lucro, porcos", disse a faixa, que batizou a liga de "Premier Greed". A palavra "greed" siginifica "ganância". No cocho desenhado cheio de notas verdes, há também as palavras "TV Deal" (acordo de TV). 

Os protestos contra os preços aplicados pela liga nos jogos do campeonato inglês ganham força a cada temporada. Torcedores do Leicester, por exemplo, levaram faixas com uma conta básica para mostrar que não vale a pena ter espaços vazios no seu estádio. "2.256 ingressos a 41 libras ou 6.500 a 20 libras". Basta multiplicar os números para se notar que vender mais ingressos baratos enche estádio e dá lucro. 

Todos os clubes vendem carnês para a temporada. O ingresso mais barato aplicado no Campeonato Inglês é 15 libras (R$ 66), preço cobrado pelo Newcastle para o torcedor que compra todos os 19 jogos como mandante do ano. O mais caro é do Arsenal: 97 libras (R$ 428). Os dados são da BBC. Para ingressos avulsos, os preços são mais caros e variam de partida para partida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.