Até a gastona Inglaterra precisa se adaptar ao Fair Play Financeiro

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Clubes ingleses foram os que mais investiram em reforços nesta temporada, segundo estudo. Mas o investimento hoje não depende apenas do tamanho da conta corrente

Os clubes da Inglaterra foram, de longe, os que mais movimentaram dinheiro com transferências na atual temporada do futebol europeu. De acordo com o estudo Soccerex Transfer Review 2015, a primeira divisão inglesa movimentou 1,19 bilhão de euros (R$ 3,71 bilhões) nas duas janelas de negociações, no meio do ano de 2014 e em janeiro de 2015.

Leia mais: Coadjuvante, Brasil protagoniza só duas grandes negociações no futebol europeu

Para se ter ideia do poder financeiro dos ingleses, o segundo campeonato da lista é o Espanhol, com 559 milhões de euros (R$ 1,73 bilhão). Na terceira posição aparece o Italiano, com 364 milhões de euros (R$ 1,12 bilhão), e depois o Alemão, com 348 milhões de euros (R$ 1,07 bilhão).

De acordo com Esteve Calzada, autor do estudo, os números mostram o impacto do Fair Play Financeiro. Ele cita o exemplo do Chelsea, que não pode mais se beneficiar livremente do dinheiro de seu dono, Roman Abramovich. “Por exemplo, o Chelsea não pôde completar a compra do Cuadrado sem vender o Schurrle”, disse ele.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterraespanhaitáliaalemanha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas