Ronaldo participou de inauguração de academia e laboratório que o homenageia e falou sobre momento político do clube

Ronaldo ganhou placa de Joaquim Grava e Bruno Mazziotti
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Ronaldo ganhou placa de Joaquim Grava e Bruno Mazziotti

Em 2 de fevereiro de 2011, Ronaldo fez seu último jogo como profissional e pelo Corinthians  em Ibagué, na Colômbia, contra o Tolima. Quatro anos depois, o jogador voltou ao CT do clube em São Paulo para receber homenagem e fazer campanha antes das eleições à presidência no clube, sábado. 

O Corinthians inaugurou uma nova academia e apresentou a modernização do Lab R9, laboratório de biomecânica inaugurado em 2011  e que passou por uma modernização. 

Em conversa com a imprensa, Ronaldo comentou sobre a homenagem e não escondeu que apoia o candidato Roberto de Andrade, ex-diretor de futebol do clube, nome da situação nas eleições de sábado. Ele concorre ao cargo com Roque Citadini, da oposição. 

Leia também: Ronaldo visita Timão antes de pré-Libertadores e tenta esquecer Tolima

"Estou aqui por causa do laboratório, pela homenagem, para rever os amigos. Logicamente apoio ele (Roberto). É a chapa que me identifico, vai dar continuidade ao trabalho que a gente iniciou, e tenho certeza que o Roberto vai sair vencedor porque tem o melhor projeto", disse Ronaldo, que é usado por Roberto em seu material de campanha. O ex-atacante foi contratado por Andrés Sanchez, que apoia Andrade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.