Ricardo Berna apareceu no campo do Moacyrzão antes do início do jogo com o queixo cortado e criticou a CBF

Uma invasão de torcedores de uma facção organizada do Flamengo , ainda não identificada, conturbou o início do jogo contra o Macaé, neste sábado, pela rodada de abertura do Campeonato Carioca. O goleiro Ricardo Berna apareceu no gramado do Moacyrzão com um corte no queixo e acusou o grupo de agressão.

Acompanhe em tempo real o jogo entre Macaé e Flamengo

Berna, ex-jogador do Fluminense, aproveitou a abordagem dos jornalistas para pedir, ao estilo Emerson Sheik, providências em relação à invasão do vestiário do Macaé: "CBF, você é uma vergonha!", disse o jogador, revoltado com a situação.

Em São Januário, Botafogo estreia com vitória sobre o Boavista

Marcelo Vianna, diretor de competições da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, confirmou o incidente, mas não soube dizer qual organizada do Flamengo estava envolvida. "(Ricardo Berna) Sofreu uma agressão. A metodologia é a mesma usada em todas as partidas, mas infelizmente um grupo de torcedores de uma organizada, que eu não vou precisar qual, não vou falar nomes... Mas vou procurar o Gepe para identificar os torcedores e encaminhar ao Ministério Público para que eles sejam advertidos e impedidos de entrarem em estádios. A verdade é que eles entraram, levaram pertences, como luvas, chuteiras. E Berna acabou agredido - disse Marcelo, que prometeu relatar o caso ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.